Ajudante fica em estado vegetativo após colisão com motorista embriagado no litoral de SP | Santos e Região

    0
    18

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    O ajudante João Vitor Rodrigues dos Santos, de 22 anos, luta pela vida após se envolver em um acidente de trânsito com um motorista com sinais de embriaguez em Ilha Comprida, no litoral de São Paulo. Pouco mais de um mês após a colisão, o jovem permanece internado com déficit neurológico.

    De acordo com a avó de João Vitor, a cozinheira Dalva Maria de Jesus Rodrigues dos Santos, de 63 anos, o ajudante pilotava uma motocicleta a caminho do trabalho, pela Avenida Beira Mar, quando foi atingido por um motorista que fez uma curva brusca, a partir da Rua Bom Jesus de Iguape, no bairro Boqueirão Norte.

    Com a colisão, o ajudante foi arremessado ao chão, acabou sendo arrastado pelo veículo, e sofreu um traumatismo crânio-encefálico grave, além de fraturas na perna direita. João Vitor foi levado ao Pronto Socorro de Ilha Comprida e encaminhado ao Hospital Regional Doutor Leopoldo Bevilacqua, em Pariquera-Açu. O acidente aconteceu na noite de 29 de agosto.

    Caso foi registrado na Delegacia de Ilha Comprida, SP — Foto: G1

    Segundo Dalva, o motorista tentou fugir, mas foi contido por populares e levado pela Polícia Militar à Delegacia de Polícia de Ilha Comprida, onde o caso foi registrado como lesão corporal culposa, direção sem habilitação e embriaguez ao volante.

    João Vitor permaneceu internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional até o dia 17 de setembro, quando recebeu alta e foi transferido à enfermaria. O jovem permanece internado com déficit neurológico, segundo a administração do Hospital Regional de Pariquera-Açu.

    “Meu neto está sendo muito bem tratado no hospital, mas está em cima de uma cama, sofrendo. Ele precisa de alguém que lute por ele, não vou ficar de mãos cruzadas. A família quer justiça para o João Vitor, que o motorista seja responsabilizado pelo que aconteceu”, desabafa Dalva.

    O G1 tentou contato com o motorista envolvido no acidente via telefone, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.



    Fonte



    Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


    Lima & Santana Propaganda