Após as festas de final de ano, receitas para desintoxicar

0
114

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

As festas de final de ano são sinônimos de diversão, união e, claro, muita comida e bebida. Esses alimentos nem sempre são muito saudáveis e, algumas vezes, podem ser bem gordurosos. Por isso, depois que o novo ano começa, é importante desintoxicar o corpo para ter um janeiro mais saudável.

A nutricionista Camila Vazquez afirma que para iniciar o processo detox é necessário priorizar o consumo de brássicas, como nabo, rabanete, repolho, rúcula, agrião, brócolis, couve-flor e couve-manteiga. “É de extrema importância a hidratação adequada através do consumo de água, água de coco, água saborizada com gengibre e chás.

Os temperos naturais também devem fazer parte do plano alimentar. Frutas vermelhas e roxas também são bem-vindas. Além disso, é necessário ressaltar que os produtos industrializados devem ser evitados, pois possuem diversos compostos que inflamam o nosso organismo, como os corantes, conservantes, edulcorantes, aromatizantes, entre outros”, explica.

Camila ressalta a importância de praticar exercícios físicos para ajudar a eliminar os alimentos de final de ano. “Praticar exercícios aeróbicos no mínimo três vezes por semana, drenagem linfática, sauna e esfoliação corporal ajudam nesse processo de desintoxicação, pois melhoram a circulação sanguínea e linfática. É muito importante também mastigar bem os alimentos, pois além de promover maior saciedade, auxiliam no processo de digestão. Para finalizar, uma noite bem dormida auxilia nesse processo”, conta.

A chefe de cozinha Renata Dake dá dicas de alimentos e receitas que ajudam na desintoxicação do corpo após as comidas gordurosas de final de ano. Segundo ela, é importante consumir alimentos com alegações funcionais, ou seja, aqueles que oferecem benefícios à saúde, com destaque àqueles com ação antioxidante e anti-inflamatórias.

“Alimentos ricos em vitamina C, como acerola, goiaba, laranja, limão, caju. Alimentos ricos em carotenóides, aqueles com cores vermelhas e alaranjadas, tais como cenoura, tomate, mamão, pimentão vermelha. Além deles, os ricos em fibras e ricos em vitamina E, que são antioxidantes e ajudam a diminuir os malefícios dos exageros. Vegetais, castanhas e abacate são ótimos exemplos”, explica.

Apesar das dicas, Renata ressalta que caso a pessoa deseje seguir uma dieta, é fundamental procurar um profissional da área. “Consultar um nutrólogo ou nutricionista é de grande importância nesses casos”, diz.

Receitas
A chefe produziu algumas receitas que podem auxiliar. Os sucos detox e pratos leves, ricos em vitaminas ajudam no bom funcionamento do corpo. A receita completa da vitamina detox sem lactose e da tilápia em crosta de castanhas com limão pode ser conferida no boxe ao lado. “Além delas, uma salada colorida e com muitos vegetais e verduras também é uma opção leve e refrescante. Faça um almoço ou janta com grãos de bico, cenoura, rúcula, repolho, alface e tiras de frango, depois tempere como desejar e isso será uma boa opção de prato saudável. Vale usar a criatividade e inovar nas refeições”, afirma.

Janeiro Seco
Preocupada com sua população, o Reino Unido promove desde 2014 uma campanha de saúde pública, o Dry January (janeiro seco, em tradução livre).

Trata-se de uma campanha promovida pela organização não governamental Alcohol Change. Os participantes da ação colocam como meta passar os 31 dias do mês de janeiro sem consumir nenhum tipo de álcool.

No ano de 2019, 4,2 milhões de britânicos tinham a intenção de participar do Dry January. Para auxiliar na tarefa, a Alcohol Change fornece aos participantes um blog gratuito com dicas para cumprir o desafio e um aplicativo no qual o usuário pode registrar seu progresso e obter informações como quantas calorias foram evitadas com a adesão ao projeto e a quantidade de dinheiro poupada no período.

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde em julho de 2019 apontam que cerca de 17,9% da população brasileira adulta faz consumo abusivo de álcool – considerado pelo órgão como a ingestão de cinco ou mais doses de bebidas nos 30 dias anteriores à realização da pesquisa.

Cerca de 1,45% das mortes ocorridas entre os anos de 2000 e 2017 foi causada por complicações desencadeadas pelo consumo abusivo de álcool, segundo o Ministério da Saúde.

Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/apos-as-festas-de-final-de-ano-receitas-para-desintoxicar/



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda