Baixada Santista pode ter 1,9 mil casos do novo coronavírus, diz secretário de Saúde de Santos | Mais Saúde

    0
    61

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    A região Baixada Santista, no litoral de São Paulo, pode ter cerca de 1,9 mil casos do novo coronavírus (Covid-19), disse o Secretário de Saúde de Santos, Fábio Ferraz. A região conta com cerca de 1 leito para cada 10 mil habitantes no SUS, o que é insatisfatório para atender todos os possíveis casos de coronavírus. A Baixada Santista não registrou nenhum caso confirmado da doença até a manhã desta terça-feira (17), mas há 44 caso suspeitos da doença.

    Fábio Ferraz participou do Bom Dia Região desta terça-feira e explicou que a estimativa é feita com base na propagação da doença em Wuhan, epicentro chinês do novo coronavírus. Nesse local, 0,1% da população acabou sendo infectada pela doença. O cálculo foi feito pelo médico Marcos Caseiro, segundo o secretário.

    “Podemos colocar esse como um número bastante aceitável dentro do pior cenário. Na Baixada Santista, vamos trabalhar com 1,9 milhão de pessoas, ou seja, a perspectiva é de 1,9 mil casos, essa seria a perspectiva técnica”.

    Novo coronavírus  — Foto: Getty images via BBC

    Novo coronavírus — Foto: Getty images via BBC

    O secretário aponta que, entre os casos confirmados de Covid-19, a expectativa é de que cerca de 10% a 15% dos pacientes, aproximadamente de 190 a 250 pessoas, irão apresentar sintomas mais graves da doença e necessitarão de internação hospitalar.

    “É com esse número que estamos trabalhando. Estamos falando de leitos de UTI, pois é muito importante que as vias respiratórias dos pacientes sejam estimuladas. Então é, na UTI adulta onde a gente vai ter esse equipamento”.

    Segundo Ferraz, é preciso agregar agregar as redes pública e privada de saúde para atender todos os pacientes. Além disso, há a necessidade de implantar novos leitos no Sistema Único de Saúde (SUS) para haja ter novos centros de referência específicos.

    “Temos um plano, realizado com o apoio do Departamento Regional de Saúde (DRS), e que nos daria, de imediato, a possibilidade de 90 leitos de UTI”, aponta o secretário. A implantação das unidades aconteceria em hospitais públicos e particulares”, afirma o secretário.

    Fábio Ferraz, secretário de Saúde de Santos, SP, aponta que a Baixada Santista pode registrar 1,9 mil casos do novo coronavírus — Foto: Reprodução/TV TribunaFábio Ferraz, secretário de Saúde de Santos, SP, aponta que a Baixada Santista pode registrar 1,9 mil casos do novo coronavírus — Foto: Reprodução/TV Tribuna

    Fábio Ferraz, secretário de Saúde de Santos, SP, aponta que a Baixada Santista pode registrar 1,9 mil casos do novo coronavírus — Foto: Reprodução/TV Tribuna

    Além dos novos leitos, as prefeituras da Baixada Santista irão pedir aos Governos do Estado e Federal uma lista de insumos como seringas para a coleta de materiais, medicamentos e equipamentos necessários para o atendimento aos pacientes, como máscaras, luvas e aventais.

    “Estipulamos os municípios e suas respectivas necessidades e temos isso já muito bem mapeado, para apresentar, ao Governos do Estado e também ao Governo Federal, mostrando as necessidades da Baixada Santista do ponto de vista estrutural para que a gente possa acompanhar a eventual crise que muito provavelmente chegará a nossa região”, finaliza.

    Ciclo do coronavírus — Foto: Foto: Arte/G1Ciclo do coronavírus — Foto: Foto: Arte/G1

    Ciclo do coronavírus — Foto: Foto: Arte/G1

    Guia de isolamento domiciliar por causa do novo coronavírus — Foto: Arte/G1Guia de isolamento domiciliar por causa do novo coronavírus — Foto: Arte/G1

    Guia de isolamento domiciliar por causa do novo coronavírus — Foto: Arte/G1



    Fonte



    Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


    Lima & Santana Propaganda