Chuva deixa ruas alagadas, paralisa balsas e causa transtornos na Baixada Santista | Santos e Região

    0
    70

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    As chuvas que atingiram a Baixada Santista, no litoral de São Paulo, na noite desta quarta-feira (26) e manhã desta quinta-feira (27) provocaram alagamentos e novos transtornos. Cidades como Santos, São Vicente, Cubatão e Itanhaém registraram pontos de alagamento e quedas de galhos, dentre outras ocorrências.

    De acordo com a Defesa Civil de Santos, a Avenida Nossa Senhora de Fátima, na Zona Noroeste da cidade, apresenta pontos de alagamento mas o local está trafegável. Os morros estão em estado de atenção. Segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), a cidade registrou cerca 70 milímetros de chuva nas últimas 24 horas.

    A Defesa Civil também registrou, na última quarta-feira (26), diversas ocorrências nos morros. Houve queda de galhos de árvore na Rua 3 do Morro Vila Progresso e na Avenida Prefeito Antônio Manoel de Carvalho. Já no Morro do Pacheco, uma rocha deslizou e interditou parte da via próxima à Praça Lions. Ninguém ficou ferido.

    Em São Vicente, avenidas como Augusto Severo e Capitão Luiz Hourneaux, além de ruas do bairro Jóquei Clube, ficaram alagadas e intransitáveis para automóveis.

    A Defesa Civil informou que as ocorrências também são prejudicadas pela maré alta e que os bairros afetados permanecem monitorados pelo órgão. O estado é de atenção, segundo a Defesa Civil. O município também registrou cerca de 70 milímetros de chuva nas últimas 24 horas, segundo o Cemaden.

    Cruzamento no bairro Cibratel II, em Itanhaém, fica alagado após chuvas atingirem a região — Foto: G1 Santos

    Cruzamento no bairro Cibratel II, em Itanhaém, fica alagado após chuvas atingirem a região — Foto: G1 Santos

    Moradores do bairro Cibratel II, em Itanhaém, também flagraram vias intransitáveis, como o cruzamento entre as ruas Colômbia e Honduras. Eles relatam que, mesmo com a chuva fraca, o local permanece alagado e sem o escoamento das águas.

    A prefeitura e a Defesa Civil de Itanhaém apontam que as ocorrências foram normalizadas já na madrugada desta quinta. Os pluviômetros registraram cerca de 49 milímetros de chuva.

    A situação é semelhante na Rua José dos Santos, no bairro Vila São José, em Cubatão. Moradores tiveram dificuldade em sair de casa na manhã desta quinta-feira. A Prefeitura não recebeu outras ocorrências até o momento.

    Moradores relatam vias alagadas em Cubatão, SP, na manhã desta quinta-feira — Foto: Arquivo Pessoal/Luiz CoitimMoradores relatam vias alagadas em Cubatão, SP, na manhã desta quinta-feira — Foto: Arquivo Pessoal/Luiz Coitim

    Moradores relatam vias alagadas em Cubatão, SP, na manhã desta quinta-feira — Foto: Arquivo Pessoal/Luiz Coitim

    Segundo a Dersa, concessionária responsável pelas travessias litorâneas, a operação entre Santos e Guarujá ficou paralisada entre às 3h50 e às 5h30 por conta alta da maré. Os trabalhos foram retomados.

    Porém, as operações continuam sofrendo lentidão na manhã desta quinta-feira ainda por conta da elevação da maré. A empresa orienta para que as condições de travessia sejam consultadas pelos usuários com antecedência.

    O temporal é provocado pela passagem de um frente fria sobre a Baixada Santista. Em Santos, os medidores registraram a altura da maré em 1,7 metro.

    O Climatempo aponta que, para esta quinta-feira, a previsão é de temperaturas amenas, entre 22 e 25 graus e possibilidade de chuva durante todo o dia. Na sexta-feira (28), também há possibilidade de chuva e a temperatura máxima de 26 graus.



    Fonte



    Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


    Lima & Santana Propaganda