Com rostos em destaque, plásticas faciais sobem durante a pandemia

0
15

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Países como os Estados Unidos, Japão, Coreia do Sul e Austrália também registraram aumento no número de pacientes em tratamento

PixabayO fato de as pessoas estarem passando mais tempo em casa, com os rostos em evidência em vídeo chamadas ou mesmo atrás das máscaras e até nas janelas, ajuda a explicar essa tendência

Trabalhando em casa por causa da pandemia, a artista plástica, Carla Santos, de 31 anos, aproveitou o período para tirar uma vontade antiga do papel: fazer uma cirurgia plástica na região dos olhos. Já se recuperando do procedimento, Carla teve receio de ir a um hospital no início por causa do medo de pegar a Covid-19. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, as cirurgias de face estão entre os cinco procedimentos cirúrgicos estéticos mais realizados no país, perdendo apenas para a Lipoaspiração e Prótese de Silicone. Durante a pandemia, a procura por essas cirurgias cresceu.

O fato de as pessoas estarem passando mais tempo em casa, com os rostos em evidência em vídeo chamadas ou mesmo atrás das máscaras e até nas janelas, ajuda a explicar essa tendência. Na clínica do cirurgião plástico Alan Landecker, houve um aumento de 200% nas intervenções estéticas nas pálpebras. Segundo o médico Fernando Almeida, especialista em procedimentos no nariz, os hospitais estão preparados para receber esses pacientes com segurança. No geral, não é só no Brasil que a busca por cirurgias plásticas disparou durante a pandemia. Países como os Estados Unidos, Japão, Coreia do Sul e Austrália também registraram aumento no número de pacientes em tratamento.

*Com informações da repórter Letícia Santini



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda