conheça o procedimento que além de emagrecer aumenta os seios

0
23

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, 35,5% da população brasileira sofre com varizes, condição que pode causar ou agravar outras doenças. Varizes são veias dilatadas e tortuosas que se desenvolvem abaixo da pele e, a depender da fase em que se encontram, podem ser de pequeno, médio ou de grande calibre. As veias mais acometidas são as dos membros inferiores: nos pés, pernas e coxas. 

Já as teleangiectasias, os famosos vasinhos, são capilares localizados em uma camada superficial da pele que se dilatam, explica a angiologista e cirurgiã vascular da Clínica Sanjuan Maria Clara Sanjuan. “São fininhos e aparecem agrupados em minúsculas ramificações de coloração avermelhada ou arroxeada. Não doem e nem apresentam sintomas, podendo aparecer em qualquer local do corpo e até no rosto”.

Segundo a médica, as varizes são resultado da insuficiência venosa crônica que é causada por diversos fatores, entre eles predisposição genética e alterações hormonais, e é caracterizada por veias que sofrem dilatação em suas paredes comprometendo a circulação normal da corrente sanguínea. “Em geral, genética, sexo feminino e idade são os principais fatores de risco para o aparecimento de varizes. Enquanto o fator genético é preponderante, o envelhecimento é um agravante. A doença venosa é mais presente em mulheres devido a essas variações hormonais ao longo da vida como acontece durante a gravidez, por exemplo”, comenta.

A médica explica que o problema tem tratamento e também pode ser prevenido. Por isso, ajuda a desmitificar algumas informações que circulam sobre o tema:

1. Vasinhos podem se transformar em varizes?

MITO. Segundo Dra. Maria Clara Sanjuan, são condições diferentes. “Enquanto os vasinhos ocorrem nas camadas mais superficiais da pele, as varizes surgem em veias mais profundas e são de maior calibre. Vasinhos não evoluem para varizes, são diferentes. Então, uma pessoa pode apresentar ambos os problemas ou apenas um deles”.

2. Apenas pessoas idosas possuem varizes?

MITO. Pessoas de qualquer idade podem ter varizes, mas elas são mais comuns a partir dos 35 anos e acometem mais mulheres do que homens.

3.Salto alto pode causar varizes?

DEPENDE. A médica explica que o uso do salto alto em si não causa varizes. No entanto, se usado todos os dias em uma pessoa que não se exercita regularmente, o salto alto pode causar um encurtamento da musculatura da panturrilha, o que pode favorecer o surgimento de varizes ou agravamento de um quadro já existente. “A panturrilha é conhecida como “coração das pernas”, já que possui veias que bombeiam o sangue de volta para o coração. Por isso, o ideal é fortalecer sempre a musculatura dessa região, minimizando assim o uso do salto alto”, destaca.

4.Gravidez provoca varizes?

VERDADE. O surgimento de varizes durante a gestação se deve a dois fatores. “O primeiro deles é o hormonal, já que a progesterona causa enfraquecimento da parede venosa o que favorece o surgimento de varizes, especialmente em quem já tem predisposição genética.  Outro fator é o efeito compressivo que o útero gravídico exerce sobre as veias do abdome, dificultando o retorno do sangue para o coração e favorecendo o seu acúmulo nos membros inferiores. O uso de meias de compressão prescritas por um cirurgião vascular pode ajudar a minimizar o problema”.

5. Exercícios físicos ajudam a evitar varizes?

VERDADE. As atividades físicas, especialmente o fortalecimento muscular nos membros inferiores, estimulam a circulação sanguínea e ajudam a prevenir o surgimento de varizes. “O fortalecimento da musculatura das pernas, principalmente da panturrilha, atua como uma verdadeira bomba auxiliando o retorno sanguíneo para o coração e diminuindo os efeitos da gravidade”, destaca a angiologista.

6. Pernas cruzadas e calças apertadas causam varizes?

MITO. A médica explica que não há relação entre esses hábitos e o funcionamento dos vasos sanguíneos. Permanecer de pernas cruzadas por muito tempo apenas leva ao formigamento, já a calça precisaria estar muito justa a ponto de fazer um garrote para prender a circulação.

7. Varizes pioram no verão?

VERDADE. De acordo com a angiologista, o aumento da temperatura causa a dilatação dos vasos, refletindo nos capilares (vênulas e linfáticos), o que resulta no inchaço dos membros inferiores que já sofrem com a presença de varizes, podendo causar dor e sensação de peso em quem já tem o problema.

8. Depilação influencia no aumento das varizes?

MITO. Alguns trabalhos já investigaram o tema, visto que o calor da cera pode provocar dilatações vasculares transitórias. No entanto, isso ocorre apenas quando sob ação direta do calor e, uma vez eliminado o contato, desfazem-se todas as ações, sem resíduos. Já a depilação com lâminas, apesar de não influenciar no aumento das varizes, pode provocar microtraumas na região.

9. Varizes são hereditárias?

Verdade. Essa é o principal fator de risco para o surgimento de varizes e “é um fator de risco que não conseguimos modificar. É muito frequente a presença de varizes quando familiares de 1º grau, como pai ou mãe, apresentam o problema. O fator genético, constitucional, transmite-se aos descendentes, principalmente determinando fragilidade na parede das veias”, explica a médica.

10. Varizes podem ser perigosas?

VERDADE. A depender do grau, as varizes podem causar úlceras varicosas, que são feridas nas pernas ocasionadas pela má circulação. Nos casos mais avançados, o paciente pode precisar passar por cirurgia. A boa noticia é que atualmente a grande maioria das varizes pode ser tratada sem cirurgia, com tratamentos minimamente invasivos e em consultório. Na Clínica Sanjuan, Dra. Maria Clara oferece uma gama desses tratamentos para varizes, além de contar com equipamentos de última geração, capazes de tornar os diagnósticos mais rápidos e os resultados, mais eficazes.



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda