Diretora da Vigilância Sanitária de Santos, SP, morre com suspeita de coronavírus

    0
    53

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    Formada em Engenharia Civil em 1980, especializada nas áreas de Engenharia em Saúde Pública, Florise Malvezzi morre aos 65 anos. Florise dedicou 33 anos de trabalho à pasta da saúde do Estado
    Divulgação/ Secretaria de Saúde do Estado
    A diretora do Grupo de Vigilância Sanitária (GVS) de Santos, no litoral de São Paulo, Florise Malvezzi, morreu com suspeita do novo coronavírus nesta quinta-feira (16). A informação foi confirmada ao G1 pela assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde do Estado.
    Em nota, a assessoria lamenta profundamente a morte da diretora, que tinha 65 anos. Florise se formou em Engenharia Civil no ano de 1980, e se especializou nas áreas de Engenharia em Saúde Pública seis anos depois, como Higienista Ocupacional e em Gestão em Saúde Publica.
    Florise ocupava a função de diretora do GVS desde 2006. A morte da diretora foi comunicada em uma transmissão ao vivo do Governo do Estado, que aconteceu nesta quinta.
    A profissional deixa o marido e duas filhas. Em nota, a Secretaria de Saúde também registrou sentimentos aos familiares e amigos de Florise, bem como à equipe do GVS. Ao todo, a profissional soma 33 anos de trabalhos dedicados à pasta.



    Fonte



    Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


    Lima & Santana Propaganda