Gengivectomia. O tratamento dentário que o vai deixar deixa com uma boca (ainda) mais bonita – Para Ele

0
17

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Utilizada em todo o mundo, esta é uma das técnicas que se aplica para obter um contorno gengival estético. Realiza-se numa só sessão de 10 minutos. No dia seguinte, o paciente pode fazer a sua vida normal, sem necessidade de precauções especiais nem medicação. Nalguns casos, há que realizar pequenas remodelações do osso que rodeia o dente e são necessários pontos de sutura. Ainda assim, “a dor é mínima”, assegura Miguel Stanley.

“Os resultados são espetaculares, não é necessário internamento e a intervenção não é dolorosa”, tranquiliza ainda o médico dentista. “O período pós-operatório é muito favorável, observando-se um aspeto adequado, poucos dias depois da intervenção”, esclarece ainda. “É necessário um bom diagnóstico periodontal antes de se contemplar a cirurgia estética”, adverte. “Primeiro, está a saúde”, avisa mesmo o especialista.

“Se uma intervenção estética estragar a função ou a saúde dos dentes, não se deve avançar”, alerta Miguel Stanley, ex-diretor clínico da White – Life Design, ex-Clínica Dentária da Lapa. O preço da intervenção ronda, em média, os 100 euros por dente. “Em primeiro lugar, as pessoas têm de visitar os seus médicos dentistas com regularidade. Não devem ir só ao dentista quando dói ou quando consideram que algo está errado”, refere.

“Esta ideia é completamente ultrapassada”, sublinha o especialista. A doença periodontal não dói, é silenciosa e, quando se dá por ela, já é tarde demais, especialmente em fumadores e em pessoas que têm familiares com problemas de gengivas, porque existe um grande fator hereditário influente. Mas não só! O problema maior está, no entanto, numa (má) higiene oral, que muitos portugueses continuam a negligenciar.

“O target preferencial para a doença periodontal é composto por pessoas que fumam, não lavam muito os dentes e têm familiares com o mesmo problema”, realça o especialista. Em Portugal, à semelhança de outros países, a gengivectomia tem sido, muitas vezes, utilizada em situações relacionadas com a hipertrofia gengival, que corresponde a um excesso ou a uma situação de gengiva aumentada, um problema muito comum.



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda