Homens apostam em cirurgias plásticas e número quadruplica em 5 anos – Brasil

0
186

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

O que há pouco tempo era considerado um procedimento exclusivamente feminino, a cirurgia plástica tem chamado bastante atenção dos homens, que passam a investir, cada vez mais, em procedimentos estéticos. No Brasil, segundo país que mais realiza cirurgias plásticas no mundo, o número de intervenções cirúrgicas no público masculino quadruplicou, passando de 72 mil para 276 mil ao ano, uma média de 31,5 procedimentos por hora. Os dados são do levantamento realizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica divulgados em 2015.

Para o cirurgião plástico William Machado, este crescimento se dá pela mudança comportamental dos homens brasileiros. “É uma mudança comportamental. O preconceito com este tipo de cirurgia entre os homens diminuiu e eles deixaram de associar os procedimentos estéticos a algo exclusivamente do universo feminino”, explica.

O cirurgião plástico William Machado

O aumento da expectativa de vida e a busca pela juventude são outros fatores que contribuíram para atrair pacientes do sexo masculino. São homens mais informados e que procuram conhecer as possibilidades da cirurgia plástica, mas sem radicalizar o corpo. “Os homens buscam procedimentos menos evidentes, menos invasivos, apenas para rejuvenescer e harmonizar o aspecto do rosto, por exemplo “, completa o cirurgião plástico.

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica também apontou que os procedimentos mais procurados variam de acordo com a idade. Durante a infância, as cirurgias de correção de orelhas em abano (otoplastia) são as mais comuns. Já na fase adulta, entre 20 e 30 anos, muitos homens optam pela ginecomastia (cirurgia de correção das mamas) e rinoplastia (plástica no nariz).

Na faixa de 30 a 40 anos, os procedimentos mais procurados são a lipoaspiração e lipoescultura. Os implantes capilares, a blefaroplastia (cirurgia nas pálpebras) e a ritidoplastia, para tratamento das rugas do rosto, se tornam mais comuns entre a população masculina a partir dos 40 anos.

William Machado reforça que independente do procedimento é fundamental seguir todas as recomendações do pós-operatório. “O êxito de um procedimento cirúrgico estético não depende apenas do cirurgião plástico e das técnicas envolvidas durante a operação. Para que o resultado seja satisfatório, é fundamental que o paciente siga à risca as recomendações durante o pós-operatório. Além disso, é importante realizar acompanhamentos através de consultas periódicas para avaliar a evolução do quadro com especialista”, finaliza o médico.



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda