Hotéis oferecidos para idosos que vivem em comunidades do Rio têm baixa procura | Rio de Janeiro

    0
    58

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    Pelo menos 20 hotéis já se credenciaram junto à Prefeitura do Rio para receber idosos que moram em comunidades do Rio. Até a noite desta terça-feira (31), oito pessoas que fazem parte do grupo de risco ocupavam os hotéis conveniados.

    Os três hotéis preparados para receber os idosos estavam praticamente vazios até esta terça-feira (31). Com 300 vagas disponíveis, apenas dez pessoas aceitaram o convite dos agentes de saúde. A expectativa é chegar a mil vagas para esse grupo de risco que vive em comunidades.

    Damiana Fernandes dos Santos, de 63 anos, é moradora do Morro do Vidigal, na Zona Sul do Rio, e tem hipertensão. Ela foi uma das dez pessoas a aceitar o convite para se proteger do novo coronavírus.

    Em uma escola municipal que funciona dentro do Sambódromo, oito salas de aulas se transformaram em abrigo temporário para o público masculino. Cada cômodo tem sete camas, distribuídas de forma que evite a aproximação dos abrigados.

    Na noite desta segunda-feira (30), 62 homens dormiram nas dependências. Eles receberam kit de higiene pessoal e podem fazer até três refeições por dia.

    A expectativa é que o Sambódromo chegue a 400 vagas. Os sem-teto com sintomas do novo coronavírus podem ser internados de forma involuntária, de acordo com a prefeitura.

    Já para mulheres, um hotel popular no Centro foi providenciado com 55 vagas. Em nota, a prefeitura disse que até segunda-feira (6) mais 70 vagas devem ser abertas em escolas do Sambódromo, inclusive para mulheres.



    Fonte



    Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


    Lima & Santana Propaganda