Instalação artística ClanTransDestina – Revista Nove

0
99

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.
Sobre o ClanTransDestina

A história de cinco mulheres trans em situação de rua dá o fio condutor a este projeto e alerta sobre o fato de o Brasil seguir na liderança do ranking de assassinatos de pessoas trans no mundo.

“Minha pesquisa teve início com a leitura do primeiro dossiê da ANTRA (Associação Nacional de Travestis e Transexuais) que a partir de um mapeamento via imprensa oficial – ou seja, de forma subjetiva – já alertava para o alto número de assassinatos e violência contra pessoas trans no Brasil. Nesses três anos (2017 a 2019) mais de 500 travestis e transexuais foram brutalmente assassinadas”, destaca Rodrigo

Com esse objetivo em mente, a equipe formada por Montaldi, Platão Capurro, Taiane Miyake e Betinho Neto começou um trabalho de escuta com personagens da Baixada Santista que ilustrassem esse cenário. No total, o trabalho envolveu cinco mulheres trans frequentadoras dos equipamentos do Centro POP (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua) de Santos e São Vicente.

No passado, o orelhão, como mobiliário urbano, era o lugar onde a fala e a escuta disputava espaço com a propaganda pornográfica através do contato telefônico e imagens de profissionais do sexo. A rua e a prostituição, por muitas vezes, é a única opção ofertada à população trans. Daí surgiu a ideia de resgatar o equipamento, utilizando elementos visuais como fotos, colagens e cartazes, para dar voz a essas mulheres.

Entendo que esse não é meu lugar de fala e por esse motivo queremos apostar na escuta dessas mulheres que tem urgência de visibilidade, representatividade e ocupação de espaços que são historicamente negados, comenta.

O sexto orelhão da exposição estará gravado com os nomes das 500 pessoas trans assassinadas pelo preconceito e muitas vezes pela omissão do Poder Público. “Durante os dias que ficarem expostos os orelhões poderão sofrer interferências, da mesma forma como esses corpos sofrem interferências na rua. É um projeto difícil, mas que aborda uma realidade que não pode ser silenciada”, enfatiza Montaldi.

“Parem de nos matar. Vidas trans importam”



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda