Mulher passa mal em casa e morre 2 meses após colocar silicone, ter pneumonia e reclamar de dores | Mato Grosso do Sul

0
19

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

A Polícia Civil investiga a morte de uma mulher de 31 anos, que passou mal em casa, no bairro Aero Rancho, região sul de Campo Grande, nesse sábado (3). Segundo a investigação, ela tinha feito uma cirurgia plástica há 2 meses, para a colocação de silicone nos seios.

Após o procedimento, teve pneumonia e, na última semana, estava reclamando de dores nas pernas. Ela foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Leblon, onde segundo familiares, recebeu duas injeções.

Horas depois, já em casa, continuou passando mal. O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi acionado e, ao chegar no local, às 12h40 (de MS), constatou a morte.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) disse que a paciente em questão deu entrada na UPA Leblon queixando-se de dores na região posterior do joelho, tendo sido administrada uma injeção com Dexametasona e Diclofenaco, medicamentos comumente usados em quadros como o apontado pela paciente, sendo ela liberada em seguida.

Já em sua residência, o Samu foi acionado e encontrou a paciente em uma parada cardiorrespiratória, sendo feita diversas manobras para ressuscitação, mas, sem sucesso. Vale ressaltar que a paciente não informou alergia medicamentosa e, há aproximadamente um mês, esteve na mesma unidade com queixas de dores lombares e apresentando um quadro pós operatório de mamoplastia recente.

O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro Especializado de Polícia (Cepol), como morte a esclarecer.



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda