O que são alimentos funcionais? – O Liberal

0
9

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Os brasileiros estão mais preocupados com a saúde e em busca de uma alimentação mais saudável. É o que mostram dados levantados pela Kantar Worldpanel e divulgados no início deste ano. De acordo com o estudo, 27% dos lares declararam ter feito mudanças na alimentação, aumentando o consumo de frutas, sucos naturais e diminuindo a ingestão de carne vermelha, açúcar e refrigerante, por exemplo.

Alguns dos produtos que tiveram o consumo aumentado nos últimos anos são os chamados alimentos funcionais, aqueles que, além de terem funções nutricionais básicas, também oferecem diversos benefícios para a saúde e ajudam a manter uma dieta equilibrada e balanceada, como a aveia, a chia, a batata-doce, entre tantos outros.

O Mais Sabor separou uma lista dos alimentos funcionais mais consumidos e mostra quais benefícios eles podem trazer para a sua saúde.

Foto: Empório Metas_Divulgação
Goji berry

1 – Goji berry

Com origem oriental, o goji berry possui funções antioxidante e anti-inflamatório e combate o envelhecimento da pele, equilibra os níveis de colesterol, ajuda no emagrecimento e inibe células cancerígenas. “Além disso, o fruto é fonte de vitamina A e C que contribuem para melhor funcionamento do sistema imunológico”, explica a nutricionista Thaíse Costa.
Como consumir: a recomendação é consumir uma colher de sopa de goji berry ao dia em sucos, vitaminas, iogurte e saladas de frutas.

Foto: Leaf Alimentos_Divulgação
Farinha de aveia

2 – Farinha de aveia

De todos os cereais, a farinha de aveia é considerada a mais rica em fibras. Por isso, além de melhorar o funcionamento do intestino, colabora com a diminuição do colesterol ruim, atrapalhando a absorção de gorduras pelo corpo. Também prolonga a sensação de saciedade, já que suas fibras solúveis são digeridas lentamente.
Como consumir: ideal para compor receitas diversas, muitas vezes em substituição à farinha de trigo, ou ser consumida com frutas e iogurtes.

Foto: Empório Metas_Divulgação
Cranberry

3 – Cranberry

Originária da América do Norte, é um fruto que apresenta diversas vitaminas e nutrientes que auxiliam no melhor funcionamento do organismo. Ajuda a reduzir o colesterol ruim no sangue e, assim como o goji berry, possui uma forte ação antioxidante que contribui para saúde da pele e na prevenção do envelhecimento, além de propriedades que combatem células cancerígenas.
Como consumir: o consumo também pode ser de 1 colher de sopa ao dia. “É importante não ultrapassar essa quantidade para que não haja dores no estômago devido aos minerais presentes da fruta”, ressalta Thaíse.

Foto: Super Clube Fit_Divulgação
Farinha de amêndoa

4 – Farinha de amêndoa

Esse alimento possui baixo índice glicêmico, além de manter todos os benefícios e nutrientes da oleaginosa in natura. Possui antioxidantes, auxilia a saciedade e na perda de peso e é rica em magnésio, cálcio e fósforo, além de excelente fonte de vitamina E. Também não contém glúten.
Como consumir: assim como a farinha de aveia, é um alimento ideal para receitas low carb e pode substituir outras farinhas.

Foto: Hodmedod’s_Divulgação
Semente de chia

5 – Semente de chia

Ômega 3, fibras, proteínas e minerais são apenas alguns dos nutrientes presentes da semente de chia. Além disso, são ricas em fibras solúveis, que ao entrarem em contato com a água, formam um gel, tornando-as um alimento com alto teor de saciedade, já que sua digestão se torna mais lenta.
Como consumir: por possuir sabor neutro, a chia pode ser inserida de diversas maneiras na alimentação, como em sucos, sopas, vitaminas, iogurte e saladas de frutas, ou ainda em bolos, pães e biscoitos.

Foto: One Market_Divulgação
Farinha de coco

6 – Farinha de coco

Grande aliada das dietas, a gordura da farinha de coco contém triglicérides de cadeia média, que são metabolizados diretamente no fígado, ou seja, não se acumulam no tecido adiposo. Além disso, é rica em fibras e nutrientes.
Como consumir: boa alternativa à tradicional farinha branca, já que não contém glúten, pode compor receitas de pães, bolos ou até empanados.

 



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda