o sucesso da cacatua blogueira de Águas Claras (DF)

0
44

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Rotina de alimentação saudável, horários bem definidos de lazer e um momento para agradecer os “recebidos da semana”. Atividades comuns a qualquer influencer de carreira que Jack, uma cacatua de apenas três anos, cumpre muito bem. Não à toa seu perfil no Instagram tem chamado atenção: a ave, que mora em Águas Claras, já possui mais de 18,5 mil seguidores.

O sucesso é justificável: Jack se comunica, chama atenção e faz birra – como qualquer criança ou cacatua de sua idade. Aliás, é exatamente assim que o pet é tratado pela tutora, a empresária Bruna Murrilha.

“Sempre amei animais, mas quando vi uma cacatua pela primeira vez, me apaixonei. Comecei a pesquisar se teria condições de ter uma ave como ele, de grande porte, até que decidi buscar um criadouro autorizado pelo Ibama. Ele chegou com três meses em casa e se adaptou muito rápido. As cacatuas são dóceis e muito apegadas”, conta.

Jack ganhou uma conta no Instagram com apenas seis meses de idade e desde então o crescimento da página tem sido orgânico.“As pessoas gostam de ver a nossa relação, como nos parecemos e interagimos. Com o tempo, começaram a pedir meu endereço para enviar presentes para ele”.

Uma das maiores preocupações da tutora é proporcionar ao mascote alimentação equilibrada, com base nos conhecimentos adquiridos em outros perfis dedicados a aves exóticas e um curso de gastronomia. Cuidado que considera importante, já que, saudáveis, as cacatuas podem viver até 70 anos. Na dieta, além de ração e granola para aves, Bruna inclui frutas, verduras e ovos – que Jack prefere com a gema mole.

A convivência é tão íntima que a empresária aprendeu a interpretar  os gestos e sons emitidos pelo pet. Quando quer que a dona vá até ele, por exemplo, o pássaro é capaz de pronunciar ‘vem’. Na hora de fazer cocô, indica que precisa ir ao banheiro balançando o rabo. Contrariado, começa a correr com a cabeça de lado e grunhir. Já excitação, Jack demonstra levantando a penacho do topo da cabeça e vocalizando bem alto.

“Minha psicóloga diz que ele adquiriu a minha personalidade. E de fato, somos muito parecidos. O programa preferido do Jack é sair, ver gente, ser o centro das atenções. Ele vai comigo para todo lugar, incluindo a cafeteria da qual sou proprietária. Quando chegamos, todos querem um momento com ele”.

Investimento de até R$ 20 mil

A cacatua pertence à família Cacatuide e tem cerca de vinte espécies diferentes, cada uma com personalidade própria. Dentre elas, as mais conhecidas são: a cacatua branca ou alba, a qual Jack pertence, De-crista-amarelada, Galah, Moluccana e Sanguínea.

 

Reprodução/Pinterest
Cacatua Galah: plumagem rosa-avermelhado, a testa, topo da cabeça e crista são brancos ou rosa bem claro

São inteligentes, podem ser adestradas facilmente e se adaptam bem a casas. No entanto, vale ponderar a criação do pássaro em apartamento: adultas, elas podem ter até 50 centímetros de estatura e  costumam vocalizar bem alto. Com a convivência familiar, as cacatuas também são capazes de imitar voz humana e aprender a cantar.   

O investimento para adquirir uma cacatua alba, da espécie de Jack, pode chegar a R$ 20 mil. Como é considerada uma ave exótica, para levar o bichinho ao ambiente doméstico é necessário que o tutor tenha uma licença ambiental, concedida pelo Ibama e regularizada pelo Ministério do Meio Ambiente. 

Para garantir que todo o processo de aquisição da ave seja legal, é imprescindível procurar criadouros legalizados e certificados. 

E ainda são memezeiras. Difícil não se apaixonar!

 



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda