Pediatra vegano explica cuidados necessários para o vegetarianismo na infância

0
46

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.
Foto: Reprodução/ brunoshoiti.com

Muitas pessoas têm dúvidas sobre as implicações do veganismo na infância e na saúde das pessoas em geral. Para esclarecer algumas dessas questões, o Portal Veg entrevistou o pediatra vegano Bruno Shoiti, formado pela Faculdade de Medicina da USP e com especialização em neonatologia também pela universidade. Hoje, além do atendimento em consultório, faz parte do corpo clínico do Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Santa Catarina, Maternidade São Luiz e Maternidade Pro Matre Paulista. Pai de três filhas, Shoiti mantém um perfil no Instagram (@pediatra_vegano), onde divulga o veganismo.

Portal Veg: Quais foram os principais motivos para que você aderisse ao veganismo? Pode contar um pouco sobre como se deu essa transição?

Dr. Bruno Shoiti: Os principais motivos foram éticos e espirituais. Essa decisão ocorreu em 2009 quando entrei em contato com conceitos de compaixão e benevolência em uma busca espiritual. Não foi simples abandonar o hábito de comer carne, pois estava no primeiro ano de residência médica, quando praticamente morava no hospital. Porém, com a ajuda de amigos e familiares, consegui passar pela transição tranquilamente. As questões dos benefícios para a saúde apareceram depois, quando comecei a estudar mais sobre a assunto, mas sempre de forma solitária, já que, no meio acadêmico médico, a alimentação vegetariana não era bem vista.

Portal Veg: Suas filhas também se alimentam de forma vegana. Já considerou incluir alimentos de origem animal na dieta delas? Por quê?

Dr. Bruno Shoiti: Nunca considerei, pois, para nossa família, é algo muito mais profundo do que somente alimentação. É claro que mesmo sendo pediatra especialista no assunto, surgem muitas críticas de todos os lados. Porém, enquanto podemos escolher para elas, é nosso dever como pais zelar pelo que é mais saudável e mais ético no nosso ponto de vista.

Portal Veg: As pessoas têm muitas dúvidas quanto à viabilidade de se alimentar crianças de forma vegana. Quais são os cuidados que se deve ter para garantir o desenvolvimento saudável da criança?

Dr. Bruno Shoiti: É muito importante um acompanhamento médico e em parceria com um nutricionista para que a dieta seja bem planejada, assim como toda dieta deve ser, inclusive para quem é onívoro. Outra questão importante é a suplementação de B12 que é essencial nesses casos.

Portal Veg: Uma criança vegana tende a ser mais saudável do que as que consomem alimentos de origem animal?

Dr. Bruno Shoiti: Sim. Diversos estudos mostram uma redução na incidência de doenças cardiovasculares no longo prazo. Essas doenças são as que mais matam as pessoas atualmente. E elas se iniciam ainda na primeira infância. Também, nos estudos, há evidência de que são menos obesas e comem mais fibras.

Outro fator importante é que a carne processada é nível de evidência 1 para diversos tipos de cânceres. Ou seja, é o mesmo nível de certeza que o cigarro causa câncer. Portanto, ao retirar isso da dieta, também estamos prevenindo o surgimento de diversos tipos de cânceres.

Portal Veg: Quais são os principais benefícios de se alimentar uma criança de forma vegana?

Dr. Bruno Shoiti: Além da questão da saúde, que já citei, acredito que alimentação vai muito além do que somente o alimento do prato. Inclui também o meio ambiente e como nos relacionamos com todos os seres. Assim, podemos refletir juntos que planeta iremos deixar para os nossos filhos?

Além disso, refletir: que filhos iremos deixar para esse planeta? Filhos que respeitam os recursos naturais? Que tem compaixão a todos os seres sencientes? Que sonham com a paz e um mundo mais harmônico? Acredito que esse questionamento é um benefício muito grande para a criança também. Que cresçam como seres pensantes e não simplesmente façam o que todos fazem de forma automática e sem reflexão.

Portal Veg: Existem diferenças entre os impactos de uma dieta vegana no organismo de um adulto e de uma criança?

Dr. Bruno Shoiti: Sim. A criança está em crescimento acelerado e tem uma demanda alta de nutrientes. Por isso a importância nas escolhas dos grupos alimentares, suplementação e seguimento com um profissional. Ao mesmo tempo, os impactos positivos na saúde são mais importantes ainda, principalmente nos primeiros 1000 dias dessa criança.

Portal Veg: Quais as principais dificuldades de se criar uma criança de forma vegana?

Dr. Bruno Shoiti: A primeira é encontrar profissionais que entendam do assunto, já que esse assunto não é abordado de forma adequada nas faculdades, de forma geral.
Outro desafio é o ambiente e as relações sociais. Mas hoje existe um aumento exponencial de famílias veganas. Isso tem facilitado bastante.

Portal Veg: Em seus pacientes, você percebe diferenças entre crianças que são veganas ou não? Quais e por quê?

Dr. Bruno Shoiti: Noto que elas recebem, na média, mais aleitamento materno. Também, como há uma preocupação maior dessas famílias quanto à saúde, elas tendem a comer menos alimentos processados, menos açúcar e mais frutas.



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda