Pets veganos? Novo estilo de alimentação causa polêmica

0
183

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Não há dúvidas de que o mercado pet está crescendo em todo o mundo. As investidas nesse segmento não param e, agora, começam a acompanhar também os modismos, hábitos e até mesmo as dietas humanas. A nova aposta do momento são os snacks e rações veganas para cães e gatos.

Uma das maiores empresas de produtos saudáveis nesse segmento, batizada de VegPet, já faturou mais de R$ 1 milhão com a venda de rações, petiscos e até mesmo “ossinhos” veganos apenas em 2017. Além disso, o e-commerce da marca movimentou mais de 20 mil pedidos no mesmo ano.

Esse mercado está longe de parar. Novas marcas têm se lançado no segmento e apresentado a nova moda aos brasileiros. É o caso da Veggie Animals e a Snackel, além da já citada VegPet.

Muitos tutores se questionam se essa escolha é realmente saudável para os pets. Especialista em nutrição de cães e gatos, a médica veterinária Paloma Santana afirma que esse animais necessitam de uma alta quantidade de proteína para atender suas exigências nutricionais e, dificilmente, uma alimentação vegana atenda ao perfil nutricional.

“Por serem predadores, evolutivamente suas principais fontes eram outros animais e, até hoje, a demanda de seus nutrientes é semelhante a composição de suas presas. Então, esses snacks são para entretenimento do animal. Rações veganas dificilmente podem substituir refeições”, afirma.

Paloma acrescenta que o caráter carnívoro dos pets devem ser lembrado e respeitado, e que qualquer mudança na alimentação deve ser feita com a autorização e formulação da dieta por um médico veterinário especializado, para que não hajam deficiências nutricionais.

“Existem estudos que provam que os alimentos preferidos de cães e gatos são carnes e vísceras, e retirá-los da alimentação para impor um hábito que os seres humanos escolhem por motivos pessoais ou sociais violam os pilares da liberdade nutricional e da expressão do comportamento natural das espécies”, declara.

O produtor musical Pedro Saraiva é vegetariano há três anos e vegano há um mês. Ele tem um gato e defende que os animais também podem adquirir nutrientes e boa alimentação que passe longe da proteína animal.

Entretanto, o jovem acredita que a melhor alimentação que ele pode oferecer ao seu bichinho seria a natural, livre de industrializados.

“Eu evito dar snacks porque a concentração de sódio nesses alimentos são muito altas, e eu não acho que seja algo interessante. No entanto, acredito que a  alimentação vegana para os animais seja atrativa”, pondera.



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda