Plástica na quarentena | VEJA RIO

0
10

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

O Brasil é um dos países que mais realiza cirurgias plásticas estéticas, chegando a marca de um milhão e 498 mil cirurgias na última pesquisa da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS). Tradicionalmente o mês de julho é conhecido como alta temporada das plásticas. Em meio à pandemia, a especialidade é uma das atividades médicas que retorna na flexibilização da quarentena. “Nesse período conturbado é imprescindível o bom senso do cirurgião. Ponderar os riscos e tomar as atitudes necessárias para operar com segurança”, analisa Pedro Granato, cirurgião plástico, membro da SBCP.

Entre os procedimentos mais procurados na retomada, está o aumento mamário com prótese de silicone, seguida da lipoaspiração, que remove gordura acumulada em áreas do abdômen, coxa, cintura, costas e braços. “Abril e maio não operamos”, relata Rodrigo Mangaravite, especialista em rinoplastia que completa: “O fato de estar dentro de casa fez muita gente buscar os procedimentos, aproveitando que estão de home office para a recuperação”. Com agenda lotada Leandro Ventura, cirurgião plástico membro da da American Society of Plastic Surgeons (ASPC),  observa: “Estamos vivendo o efeito de uma demanda reprimida”.



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda