Projeto instala pias de uso público para higienização das mãos em comunidades de Florianópolis | Santa Catarina

    0
    16

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    Um projeto idealizado por uma Organização Não-Governamental (ONG) instalou pias de uso público em cinco comunidades do Morro da Cruz, em Florianópolis, e na região continental, para que os moradores possam lavar as mãos após o trabalho e ao usar o transporte coletivo. A higienização é uma das maneiras de evitar a transmissão do novo coronavírus.

    A iniciativa, intitulada “Uma mão lava a outra”, é realizada pela ONG Engenheiros sem Fronteiras, que atua em outros estados brasileiros e também fora do país.

    O projeto teve início há três meses na Capital e foi desenvolvido em parceria com lideranças comunitárias da Chico Mendes, Serrinha, Morro do Mocotó, Nossa Senhora da Gloria e Monte Serrat.

    Pias foram instaladas em locais com maior circulação de pessoas nas comunidades — Foto: NSC TV/Reprodução

    O líder comunitário no Morro do Mocotó, Giovani Bittencourt, conta que tem funcionado muito bem.

    “Está bonito, está tendo uma baita aceitação na comunidade. Estamos em dois pontos, tem um lá em cima, no Morro da Queimada, para quando o pessoal que sai do ônibus já lave as mãos, e quando entra também”, conta.

    Na comunidade Chico Mendes, a líder comunitária Cíntia Cruz é que reabastece as saboneteiras e avisa quando o equipamento precisa de manutenção.

    “Veio em um momento muito importante para a periferia. Temos [a pia] nesse ponto aqui na frente da Revolução, temos outro ponto na frente do Mortuário, fica bem próximo do ponto de ônibus”, destacou Cruz.

    Projeto existe há três meses em cinco comunidades da Ilha e da região continental de Florianópolis — Foto: NSC TV/Reprodução

    Os locais escolhidos ficam nos principais acessos da comunidade, com maior circulação de pessoas.

    “Elas [as pessoas que vivem em comunidades] choram, elas sentem, elas vivem o que nós vivemos e elas não estão a par e simplesmente isoladas de tudo o está acontecendo. Elas estão presentes e elas existem. E foi uma grande satisfação trazer esse projeto aplicado aqui na comunidade”, destacou o engenheiro químico Ricardo de Souza Cunha, um dos profissionais responsáveis pela instalação das duas pias no Morro do Mocotó.

    Objetivo do projeto é incentivar a higienização das mãos entre os moradores das comunidades, sobretudo durante a pandemia de Covid-19 — Foto: NSC TV/Reprodução

    O investimento inicial para a instalação dos lavatórios, de R$ 5 mil, foi feito por uma ONG parceira do projeto. Depois, os idealizadores firmaram uma parceria com a prefeitura de Florianópolis.

    Veja mais notícias do estado no G1 SC



    Fonte



    Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


    Lima & Santana Propaganda