Quarentena é aproveitada para realizar cirurgia plástica

0
29

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.
Foto: Divulgação

Basta uma passada rápida em alguns portais de notícia que se vê um cantor, uma atriz ou qualquer outro famoso que realizou procedimento estético recente — a rinoplastia lidera entre eles. Como o momento é recluso, com eventos cancelados e compromissos ajustados, muitos aproveitam a agenda para cuidar da estética.

Como o planejamento pessoal e no trabalho são levados em conta, normalmente algumas pessoas aproveitam as férias para cuidar do pós-operatório, pois não há obrigação de afastar o funcionário para realizar esses procedimentos. Agora, como muitas pessoas estão trabalhando em casa e ficarão até o ano seguinte ou mais, muitas aproveitam que não precisam sair de casa e fazer esforço com deslocamento para realizar procedimentos mais simples.

No momento, em que junto à preocupação rotineira da saúde vem a pandemia, o diretor do Centro Nacional de Cirurgia Plástica, Arnaldo Korn, aponta que é preciso redobrar os cuidados. “É necessário que o hospital mesmo exclusivo para estética, tenha efetivos e rígidos protocolos de segurança contra a disseminação do vírus, um deles deve ser a constante testagem dos funcionários, junto do paciente, que também deve ser monitorado”, afirma.

Orçamento doméstico também é outro ponto que deve ser levado em conta, Korn aponta que anotar todos os ganhos e gastos, incluindo os não previstos, é necessário, pois os pequenos valores podem influenciar no resultado final. Para o diretor, há outras questões importantes dentro do planejamento, como comparar os preços e a qualidade, e, preferencialmente, optar pela qualidade aliada a preços melhores.

Hoje, as cirurgias plásticas são mais acessíveis, pois caso haja dificuldade com pagamento à vista, existem locais que facilitam o parcelamento.  “O ideal é pesquisar preços, encontrar bons hospitais e profissionais. Como é um procedimento que envolve atenção com saúde, decisões importantes podem mudar o dia a dia do paciente, por isso a segurança sempre deve ser prioridade, e não buscar apenas o que aparentemente é mais em conta”, afirma Arnaldo Korn.



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda