São Vicente cancela esquema ‘Siga e Pare’ da Ponte dos Barreiros; radar deve ser aferido nesta sexta | Santos e Região

    0
    114

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    A Prefeitura de São Vicente decidiu cancelar o sistema ‘Siga e Pare’ da Ponte dos Barreiros, que liga a Área Continental à Insular de São Vicente, no litoral de São Paulo, na manhã desta sexta-feira (27). Isso porque está agendada para as 14h a aferição do novo radar de 40 Km/h instalado no dia 10 de setembro, que será realizada pelo Ipem-SP.

    O Plano de Restrição ao Tráfego Viário teve início em agosto, e o esquema de ‘Siga e Pare’ estava acontecendo nos dois sentidos da Ponte dos Barreiros. Das 6h às 10h com prioridade do fluxo da Área Continental à Área Insular e entre as 16h e 20h a operação inversa.

    A partir da manhã desta sexta (26), com o cancelamento do esquema especial, o trânsito está fluindo nos dois sentidos, para o alívio dos moradores que costumam usar diariamente a Ponte. O ‘Siga e Pare’ gerou diversas reclamações dos motoristas, por conta dos transtornos no trânsito, filas imensas e até assaltos que aconteceram no local.

    Além do controle de velocidade, o equipamento terá função de identificar a circulação de veículos acima de dois eixos, conforme o limite estabelecido por laudo técnico para se trafegar no local. Caso seja descumprido, os motoristas podem ser multados.

    Trânsito está fluindo nos dois sentidos na Ponte dos Barreiros — Foto: Solange Freitas/G1

    Trânsito está fluindo nos dois sentidos na Ponte dos Barreiros — Foto: Solange Freitas/G1

    O governador João Doria (PSDB) se reuniu com a deputada federal Rosana Valle (PSB) no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, e garantiu a participação do Estado na recuperação da Ponte dos Barreiros. Ele explica que o estudo solicitado pela Secretaria de Transportes e Logística foi exatamente nesse sentido.

    “Se não houvesse interesse nem teríamos feito esse estudo, porque ele representa investimento, que não é pequeno, porque deve ser completo e confiável. Ele dará balizamento ao Governo do Estado e à Prefeitura de qual o melhor caminho, se é o da concessão ou se é o caminho feito com recursos públicos. Nesse caso, teremos que ter também recursos federais. Essa é a forma correta, sai do ‘achômetro’ para o estudo e análise técnica”.

    O Ipem-SP informa que, como o radar foi remanejado pela empresa detentora deste instrumento que presta serviço para a Prefeitura, tal situação exige uma demanda de abertura de processo com as tratativas dentro da legislação, inclusive, com os requisitos da verificação de radar.

    A diretoria técnica do instituto encaminhou para a regional de Santos a autorização e tratativas foram tomadas para agendar com urgência esta verificação de radar, que será realizada nesta sexta-feira (27) às 14h, dependendo das condições climáticas, da concessionária e da Prefeitura.

    Ainda explica que a demanda ocorreu devido à mudança de local do radar. Caso estivesse no mesmo local, como parte do procedimento de verificação do Ipem-SP neste instrumento, a solicitação entraria normalmente dentro da programação das equipes de fiscalização.

    “A verificação no radar leva de 20 minutos até uma hora e envolve fiscais do Ipem-SP e a equipe da empresa responsável pelo radar. Em caso de chuva, a verificação é cancelada. O cancelamento também pode ocorrer poucas horas antes do agendado, conforme solicitação dos agentes de trânsito ou empresa responsável pelo equipamento. Caso o equipamento seja aprovado, recebe um certificado válido por um ano. Quando há reprovação, a empresa fabricante é notificada a corrigir o erro”.



    Fonte



    Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


    Lima & Santana Propaganda