Verão 2020: Saiba como se alimentar bem nesta época do ano

0
116

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Especialistas listam cuidados com a alimentação para a estação mais quente do ano, que teve início neste domingo (22)

A maneira mais saudável de repor o sódio e o potássio, perdidos pela transpiração excessiva, é pela ingestão de água, frutas, legumes e verduras

Com a chegada do verão 2020, que se inicia, oficialmente, neste domingo (22), é preciso redobrar os cuidados com a alimentação, para evitar que as altas temperaturas, quase sempre acima dos 30 graus, enfraqueçam a nossa disposição para aproveitar a praia e as atividades ao ar livre.

A elevação das temperaturas provoca mudanças no organismo. Por exemplo, a homeostasia, mecanismo que possibilita o organismo de funcionar entre os 36 e 37 graus Celsius, provoca a perda de líquido pelo suor. Por isso, caso as substâncias que são perdidas pelo suor não sejam recuperadas, sintomas como queda de pressão, tontura, mal-estar e desidratação podem aparecer. 

>>> No Recife, muito sol e praia no início do verão 2020

Segundo a clínica-geral Lígia Brito, do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, para evitar que os sintomas se agravem, a hidratação e a alimentação são dois aliados e a maneira mais saudável de repor o sódio e o potássio é pela ingestão de água, frutas, legumes e verduras. “O consumo de água e desse alimentos é fonte de boa parte dos sais minerais necessários para o organismo”, explicou.

Líquidos

Segundo o médico nutrólogo e pediatra Homero Rabelo, o metabolismo fica mais acentuado nesta época. Assim, há uma perda maior de eletrólitos, como sódio, potássio e magnésio, porque as pessoas passam a transpirar mais e não percebem. “Por isso, recomendamos, nesse período, aumentar em 50% a ingestão de líquidos, como água e suco natural. Ou seja, em vez de dois litros diariamente, sugerimos três”, orienta.

É uma precaução que não deve ser menosprezada porque a desidratação abre portas para incômodos (sede, lábios e língua secos) e complicações. “Náusea, vômito, dor de cabeça, desorientação e até síncope (perda súbita e breve da consciência) podem aparecer. Nessas situações, é importante repor líquido por via oral, levar a pessoa para um local ventilado e com sombra. Crianças e idosos são mais vulneráveis a esses problemas”, explica o clínico geral e gastroenterologista Severino Santos, professor da Universidade de Pernambuco (UPE).

Crianças

Durante os passeios nos dias maios ensolarados, as crianças suam bastante – e algumas delas ainda não sabem pedir água ou não estão habituadas a tomar nos momentos de diversão. A dica básica é levar uma garrafa com água na bolsa dos pequenos e sempre oferecer líquidos, mesmo que eles não peçam. A mesma orientação vale para os idosos, já que ocorre redução da sensação de sede e de calor no envelhecimento, segundo Severino Santos. “Com o suor, perdem-se água, minerais e vitaminas. Nesse sentido, a água de coco é ideal para fazer a reposição”, diz o médico.

Pré-treino

Já para os atletas que estão na dúvida sobre o que ingerir antes de começar alguma atividade, uma das opções é o suco rosa, que contém melancia, beterraba, limão e gengibre. Para o pós-treino, segundo a nutricionista Tamyris Farias, uma boa pedida é o muffin proteico.



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda