2 de setembro, segunda-feira

    0
    197

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    Bom dia! Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado. Os assassinatos no Brasil caíram 22% no 1º semestre. Segundo o Monitor da Violência, do G1, foram 21.289 mortes, número ainda alto, mas 6 mil a menos que no mesmo período do ano passado. O 6º episódio de ‘O Assunto’, o podcast com Renata Lo Prete, explica o que está por trás da queda dos homicídios, e mostra que a realidade é mais complicada do que os números. Como uma mala cheia de cocaína foi parar na comitiva presidencial? Inquérito aponta falhas de segurança na viagem do militar da FAB preso com 39 kg de droga na Espanha. As queimadas na Amazônia quase triplicaram em agosto e bateram recorde dos últimos 9 anos. Hoje, 9 ministros viajam para a região. Nos EUA, o furacão Dorian pode chegar à Flórida.
    Exclusivo G1
    Brasil registra queda de 22% nas mortes violentas no 1º semestre de 2019
    Levantamento do Monitor da Violência, do G1, mostra que os assassinatos no Brasil caíram 22% no 1º semestre do ano. Foram 21.289 mortes, 6 mil a menos do que em 2018. A tendência de queda vem do ano passado, e o Nordeste responde por mais da metade dessa queda, foram 3.244 mortes a menos na região.
    Análise-FBSP: Nordeste soma esforços para enfrentar o crime
    Análise-NEV: monitoramento em prisões ajuda a conter conflitos
    Os números foram divulgados ontem, e hoje são assunto do podcast do G1 com Renata Lo Prete. Ela conversa com o editor Thiago Reis, que conta como funciona a ferramenta baseada em dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal.
    Mapa do Monitor da Violência com dados mês a mês
    Arte/G1
    Mapa mostra, mês a mês, o nº de mortes em cada estado
    O diretor do Fórum de Segurança Pública, da USP, Renato Sérgio de Lima também participa do programa e explica o que está por trás da queda dos assassinatos.
    Renata também entrevista a repórter da GloboNews Thais Itaqui, que viajou ao Ceará para verificar “in loco” as mudanças na segurança pública do estado. Ouça o podcast abaixo:
    Cocaína na comitiva especial
    Exclusivo: Fantástico revela detalhes do caso do militar preso com 39 kg de cocaína
    O Fantástico teve acesso à investigação sobre o sargento brasileiro que foi flagrado com 39 kg de cocaína em um avião da FAB, e preso na Espanha, em junho. A investigação da Aeronáutica apontou falhas de segurança na viagem.
    O militar estava na comitiva presidencial que levava o presidente Jair Bolsonaro – que estava em outra aeronave – ao encontro do G20 no Japão.
    Segundo o inquérito, Manoel Silva Rodrigues entrou no avião ainda desligado e não passou a bagagem pelos procedimentos previstos. Ele foi o único indiciado até agora, e sua defesa diz que um crime desses não poderia ser feito por uma única pessoa.



    Fonte