“A aversão ao risco é grande em Portugal” – Meios & Publicidade

0
32

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Criação de Aplicativos em SantosRenato Garrau assumiu, no início deste ano, o cargo de marketing manager da área de scotch whisky da Pernod Ricard no Reino Unido, liderando um portfólio de oito marcas. Em entrevista, o profissional aponta as prioridades nas novas funções e as principais diferenças do segmento face à realidade nacional

Móveis Planejados em Santos – O percurso profissional de Renato Garrau conta já com mais tempo em funções internacionais do que em cargos desempenhados no mercado português. A última década foi passada quase na totalidade entre Amsterdão, Nova Iorque e Londres, cidade a que regressou no início deste ano para lidarar o porfólio de de scotch whisky da Pernod Ricard no Reino Unido. Em Portugal, começou na Deloitte, de onde seguiu para a Heineken, assumindo funções como international sales & marketing manager. Antes de deixar o mercado português, foi brand & innovation manager da Sumol+Compal para a categoria de cervejas.

Serviços Promocionais – A J&B, em Amesterdão, seria a primeira experiência internacional e também a primeira etapa de um longo percurso na categoria das bebidas espirituosas. Esteve três anos na Diageo, primeiro como global brand manager da marca de whisky, a partir da capital holandesa, e depois como responsável, a partir de Londres, do porfólio de bebidas espirituosas de luxo para 11 países da Europa Ocidental. Seguiu-se um período na L’Oréal, como customer marketing manager para Reino Unido e Irlanda de 10 marcas do segmento profissional, após o qual regressaria às bebidas espirituosas com três anos no marketing do Quintessencial Brands Group, fundado por Enzo Visone, antigo CEO do Campari Group. Um percurso que se iniciou em Londres e o levaria a Nova Iorque.

Institucional – É na cidade norte-americana que se junta, em Dezembro de 2019, ao grupo Pernod Ricard, como brand manager da Absolut Elyx, vodka do segmento de luxo, cargo que desempenhou até ao início deste ano, altura em que regressa a Londres para assumir funções como marketing manager da área de scotch whisky.

Home – 1Meios & Publicidade (M&P): Este é o segundo cargo na Pernod Ricard. No final de 2019 integrou o grupo como brand director da Absolut Elyx para o mercado norte-americano, a partir de Nova Iorque. Agora regressa a Londres para liderar o portfólio de scotch whisky no Reino Unido com responsabilidade sobre oito marcas. Como surge este desafio?

Papa Saneamento – Renato Garrau (RG): Após dois anos em Nova Iorque, e em plena pandemia, senti que era altura de estar mais próximo da minha família na Europa, portuguesa do meu lado e holandesa da minha mulher. Sou um grande apaixonado pela categoria de scotch whisky, pela sua história, potencial de crescimento, recrutamento e inovação. Tendo tido o convite para liderar um portfólio de oito marcas, como Chivas Regal, Ballantine’s, The Glenlivet, entre outros gigantes da indústria, não pude recusar e decidi voltar a Londres.

Rádio para supermermercadosM&P: Não é a primeira experiência no marketing de marcas de whisky. A J&B, a partir de Amesterdão, foi a sua primeira experiência internacional e o primeiro contacto com o segmento, tendo desempenhado funções como global brand manager. Também na Diageo, mas a partir de Londres, geriu o portfólio de bebidas espirituosas de luxo para 11 países da Europa Ocidental. A experiência adquirida no segmento, que também terá pesado na avaliação do seu percurso, será importante para aquilo que é esperado de si nas novas funções?

Home – 1 – RG: Durante os últimos 12 anos tive a oportunidade de adquirir experiência em funções de marketing, vendas, inovação e trade marketing no segmento standard mas também nos segmentos de luxo (premium e super-premium) em scotch whisky e noutras categorias de spirits. Tive também a oportunidade de trabalhar em funções europeias e globais, sediado em quatro países diferentes (Portugal, Holanda, Reino Unido e EUA). Neste novo cargo, estou a liderar um portfólio de marcas completamente diferentes: em posicionamento de preço, público-alvo, segmento de mercado, canais de distribuição, budgets. Sinto que o meu percurso eclético me preparou a todos os níveis para gerir um portfólio complexo como este no Reino Unido, mercado altamente competitivo onde todos querem ganhar.

Agência de Publicidade em SantosM&P: Que objectivos é que lhe estabeleceram para este novo cargo e quais serão as suas prioridades enquanto director de marketing do portfólio de marcas de whisky da Pernod Ricard?

Criação de Aplicativos em Santos – RG: Os principais objectivos são acelerar a performance e recrutar novos consumidores para o portfólio. Todas as minhas marcas têm desafios e oportunidades específicas, pelo que a minha prioridade comum é assegurar que estão preparadas para o futuro, dentro desta nova realidade de mercado e tendo em consideração as novas tendências emergentes de consumidores e as dinâmicas dos diferentes canais de media e vendas.

Armazém para locação em SantosM&P: Isso passa por responder a que tipo de questões diariamente? Como é habitualmente o seu dia de trabalho nas novas funções?

Papa Saneamento – RG: Sei que pode parecer cliché mas nenhum dia é igual a outro. E foi isso que me atraiu para uma carreira no marketing. No meu cargo actual, liderando marcas a nível local, estou em contacto permanente com os vários stakeholders na empresa pelo que as questões são bem diversas. Desde performance updates, supply issues, novas campanhas e activações, ou novos lançamentos. Todo os dias trazem novos desafios para responder de modo a estar sempre um passo a frente da concorrência.

Gerenciamento de redes sociais em SantosM&P: Chivas Regal, Ballantine’s, Royal Salute, The Glenlivet, Aberlour, Secret Speyside, Scapa, Glen Keith são as marcas que estão sob a sua responsabilidade. Qual tem sido o desempenho das marcas? Onde identifica maior potencial de crescimento?

Montagem de stands – RG: O nosso portfólio de scotch tem tido uma performance incrível devido às dinâmicas de mercado e estratégias de marketing e vendas que se têm revelado certeiras, especialmente no online. A categoria irá crescer com marcas que a levem para novas ocasiões de consumo e desenvolvam inovação de produto para recrutar consumidores. Temos de evoluir para crescer.

Lima & Santana Propaganda – Agência de Propaganda em SantosM&P: A crise pandémica teve impacto neste segmento de mercado? Qual a resposta que estão a dar ao nível da comunicação e da estratégia de vendas?

Sejam bem-vindos, – RG: Os consumidores britânicos adoptaram o scotch whisky como uma das suas bebidas favoritas durante os períodos de lockdown. Tendo observado com atenção as novas dinâmicas de mercado, adoptámos rapidamente as nossas estratégias focando recursos no canal off-trade (supermercados) e e-commerce, criando planos ágeis e ambiciosos com os nossos parceiros. Ao nível de media, houve um shift grande de out-of-home para digital, onde o consumo de conteúdo actualmente acontece.

ComexM&P: O e-commerce nunca foi tão determinante para alcançar os objectivos das marcas em termos de vendas. Será uma parte importante da estratégia ou, num segmento como este, há outros factores a pesar mais no plano de marketing e na abordagem ao mercado?

Sites em Santos – RG: Durante a pandemia, vimos tendências e comportamentos de consumidores que esperávamos que demorassem anos a serem adoptados em poucos meses. O canal de e-commerce no Reino Unido é altamente desenvolvido e sofisticado, com vários players estabelecidos e outros novos. Nós trabalhamos com parceiros como a Amazon mas também estamos à procura das próximas oportunidades, como, por exemplo, o boom de startups fast delivery onde entregam produtos em casa em menos de 10 minutos. O e-commerce é o presente e o futuro de qualquer marca em qualquer categoria. Qualquer plano de marketing terá de assegurar que o canal é parte crítica dos planos e não apenas um pensamento secundário com acontecia no pré-covid.

Rádio para clínicasM&P: Ao longo do seu percurso geriu marcas no segmento das bebidas espirituosas em vários países, nomeadamente a partir de Amesterdão, Londres e Nova Iorque, com responsabilidades sobre vários mercados europeus e também no mercado norte americano. Em Portugal, passou pela Heineken, onde foi international sales & marketing manager e, antes de deixar o mercado português, foi brand & innovation manager da Sumol+Compal para a categoria de cervejas. Quais as diferenças entre a realidade do mercado português e as de outros mercados?

Pintura Empresarial em Santos – RG: A grande diferença entre o mercado português e outros é simples: size-of-prize e escala. Em Portugal temos 10 milhões de habitantes vs 330 milhões no mercado norte-americano. Um nicho de mercado na América pode ser maior do que todo o nosso país, pelo que a motivação para lançar produtos e marcas inovadores é contagiante. Os budget são muitos maiores e os consumidores bastante diversos dentro do próprio mercado, o que traz complexidade mas também desafios emocionantes.

Desenvolvimento de Sites em SantosM&P: Da sua experiência enquanto director de marketing, identifica também diferenças ao nível da relação entre as empresas/marcas e as agências criativas, de meios ou digitais com quem trabalham comparativamente ao mercado português?

Montagem de estandes – RG: Temos um talento criativo fantástico no nosso país e orgulho-me bastante de ver alguns a liderar grandes agências e contas em alguns dos maiores mercados do mundo. Penso que um dos grandes desafios e frustrações que as agências portuguesas têm é não haver mais clientes que acreditem em ideias mais disruptivas e fora do normal. A aversão ao risco é grande em Portugal, o que não acontece tanto lá fora, onde os clientes estão abertos a arriscar de modo a levar as suas marcas a outro patamar.

Fonte: https://www.meiosepublicidade.pt/2021/05/a-aversao-ao-risco-e-grande-em-portugal/



Fonte