A procura por cirurgia plástica no final de ano

0
38

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

O final de ano é um período típico no qual muitas pessoas desejam fazer cirurgias plásticas. Uma combinação de fatores influencia essa decisão, mas é fundamental que diferentes aspectos do tratamento sejam avaliados antecipadamente.

A seguir saiba quais são os fatores que mais influenciam a procura pelas cirurgias plásticas no final de ano, quais os procedimentos mais desejados e o que avaliar antes dessa decisão.

Por que as cirurgias plásticas são mais procuradas no final de ano?

O aumento da procura por cirurgias plásticas no final de ano deve-se a um conjunto de fatores que tornam esse período mais propício para muitas pessoas. Alguns deles são:

  • férias: é muito comum tirar férias no final de ano, principalmente entre o Natal e Ano Novo e, para algumas pessoas, durante todo o mês de janeiro. Dessa forma, pacientes que não conseguem tirar dias do trabalho em outros períodos gostam de aproveitar essa época para mais tempo de repouso e nos cuidados pós-operatórios;
  • verão: muitas pessoas iniciam o “projeto verão” em setembro/outubro, mas conforme não alcançam todos os resultados desejados para a estação com dietas e atividades físicas, a busca pela cirurgia plástica torna-se o passo seguinte para passar a estação com o corpo desejado;
  • período de festas: também é frequente que a motivação para fazer cirurgia plástica no final de ano seja para passar as festas com o visual desejado, buscando os resultados estéticos almejados por meio dos procedimentos cirúrgicos;
  • carnaval: algumas pessoas, pensando um pouco mais à frente, agendam a cirurgia plástica para o final de ano com planos de estarem completamente recuperadas no carnaval e prontas para os dias de folia com o corpo desejado.

Por isso, são diversas as motivações para fazer a cirurgia plástica no final de ano e com elas, são necessários cuidados para que ocorra uma boa recuperação e assim, obter bons resultados estéticos de acordo com cada procedimento.

Quais as cirurgias plásticas mais comuns no verão?

Pensando no verão, os objetivos com a cirurgia plástica, em geral, é para um contorno corporal mais definido e correção de algumas características indesejadas. Dessa forma, alguns procedimentos são mais buscados nessa época, como:

  • mamoplastia de aumento: a técnica para colocação de prótese de silicone é uma das mais comuns no final de ano, uma vez que as mulheres almejam aumentar o volume das mamas pensando principalmente nas festas e praia;
  • abdominoplastia: trata-se da cirurgia plástica para remoção do excesso de flacidez abdominal, sendo indicada principalmente para mulheres com acúmulo de pele devido a fatores como gestação, perda significativa de peso ou tendência genética à flacidez na barriga;
  • lipoaspiração: trata-se da cirurgia plástica recomendada para remoção de depósitos de gordura localizada, como nos flancos, abdômen, braços, pernas, papada e glúteos;
  • lipoescultura: consiste em um lipoaspiração associada à reinserção da gordura autógena purificada para dar volume a regiões do corpo, como remoção de depósitos de gordura nos flancos e aumento dos seios, glúteos ou dos lábios.

As cirurgias plásticas mais comuns no final de ano também podem ser associadas, como unindo a mamoplastia com a abdominoplastia ou com a lipoaspiração.

Essa indicação deverá ser avaliada pelo cirurgião plástico responsável ao considerar os objetivos da paciente e também sua condição de saúde.

Imagem: iStock – Reprodução

O que avaliar antes de fazer a cirurgia plástica?

Antes de decidir pela cirurgia plástica no final de ano, é necessário levar alguns cuidados para garantir a segurança e buscar bons resultados com o tratamento.

Apesar de o final de ano poder ser um período favorável à realização da cirurgia plástica para pessoas que não conseguem férias ou afastamento em outras épocas do ano, é preciso avaliar a completa disponibilidade para realização do pós-operatório.

Um exemplo é que os procedimentos mais comuns, como lipoaspiração e abdominoplastia, demandam sessões de drenagem linfática posteriormente, sendo importante avaliar se esse serviço será mantido no período de festas.

Outra consideração relevante é quanto à exposição solar uma vez que ela deve ser completamente evitada por cerca de 30 dias após a cirurgia, pois caso haja hematomas na pele, a exposição ao sol poderá causar manchas na pele e prejuízos à cicatrização.

A água, tanto do mar quanto da piscina, também deve ser evitada, pois compromete a cicatrização e aumenta as chances de infecções.

O uso da cinta pós-operatória, indicada nos casos de abdominoplastia, por exemplo, também deve ser considerado, uma vez que ela pode ser indicada por até três meses depois do procedimento.

Por fim, deve ser considerada também que durante o pós-operatório é indicado seguir uma dieta mais balanceada, reduzindo excessos principalmente de sódio, açúcares e gorduras que podem prejudicar a cicatrização.

Considerando esses cuidados indicados no pós-operatório da cirurgia plástica é preciso avaliar se eles poderão ser adotados caso o procedimento seja feito no final de ano.

Esses cuidados interferem diretamente nos resultados estéticos com a cirurgia plástica que serão definitivos entre 6 e 12 meses após a realização do tratamento.

Por Dalton Ribeiro



Fonte