Abdominoplastia em Âncora: O que é, Preço, Antes e Depois com Fotos 2021

0
38

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

A Abdominoplastia em Âncora, ou abdominoplastia pós-bariátrica, é vista como a cirurgia de Abdominoplastia mais comum feita em ex-obesos. Ela obteve esse reconhecimento e procura após a popularização da bariátrica, ou cirurgia gastroplastia redutora, com a qual o paciente adquire grande quantidade de sobras de pele em toda a região abdominal.

Saiba neste guia quem realmente pode se submeter ao método “âncora” de retirada da flacidez em volta do abdômen, o que não fazer no pós-operatório, o antes e depois da abdominoplastia em âncora e muito mais!

 

O que é Abdominoplastia em Âncora?

A abdominoplastia em âncora é a cirurgia que associa duas técnicas: da abdominoplastia clássica (corte semicircular) com a vertical. Ela tem, praticamente, as mesmas etapas da tradicional. Porém, como somente estas não são suficientes para remover a pele acumulada e a flacidez após perda de peso, o cirurgião plástico administra a abdominoplastia em âncora para a completa recuperação da região.

 

Para que serve?

Ela serve como uma intervenção mais extensa, o que pode-se ter uma noção pelo tipo de corte e eliminação nas laterais daquela pele.

AdSense

Em outras palavras, a cirurgia de abdominoplastia em âncora é a que irá eliminar o problema do que chamamos de “barriga de avental” – esta saliência de pele traz muitos transtornos quando a pessoa veste uma roupa mais justa e quando o clima quente promove maior acúmulo de suor e até assaduras.

 

Qual a diferença da Abdominoplastia tradicional para a Abdominoplastia em Âncora?

Na técnica tradicional, faz-se um corte na região acima do púbis e retira-se o excesso de pele abaixo do abdômen. Enquanto que, no método em âncora, o que ocorre é que, além da remoção da pele inferior ao umbigo, ainda é necessário tratar a flacidez lateral e medial.

 

Para quem a Abdominoplastia em Âncora é indicada?

A abdominoplastia em âncora é indicada para ex-obesos, seja homem ou mulher.

Entende-se, portanto, que são aquelas pessoas que perderam muito peso, mas ficaram com a pele caída e flácida na horizontal (superior e inferior ao abdômen), nas laterais e na região central também.

Em alguns casos, é indicada para mulheres após gestações que deixaram grandes modificações no corpo. Quem passou pela bariátrica também pode realizar a abdominoplastia em âncora.

 

Para quem a Abdominoplastia em Âncora não é indicada?

Esse tipo de retirada de pele não é a melhor opção quando a pele e gordura que ficou é menor. Ou seja, em quantidades mais localizadas no abdômen inferior e na horizontal. Neste caso, é recomendada a abdominoplastia circunferencial.

 

Quais cirurgias podem ser feitas em conjunto da Abdominoplastia em Âncora?

A depender do tempo cirúrgico e dos exames solicitados, pacientes de abdominoplastia em âncora podem fazer ainda mamoplastia (com prótese ou não), lifting de braços ou lifting de coxas.

 

Benefícios e vantagens da Abdominoplastia em Âncora

Além de poder eliminar as dobras de pele, a abdominoplastia em âncora é benéfica por tirar as estrias localizadas dentro da âncora. Já as que existem no entorno ficam esticadas, e assim, menos perceptíveis.

 

Como é realizada a Abdominoplastia em Âncora?

Acompanhe resumidamente, todo o processo da abdominoplastia em âncora e as informações que precisa saber.

 

– Consulta

A primeira etapa é, sem dúvidas, a mais importante, já que é na consulta que você descobre os detalhes de anestesia, riscos, expectativas, e, antes de tudo, as condições físicas para realizar a cirurgia. O médico irá avaliar sua situação, identificar ou não a necessidade do procedimento e, se confirmada, solicitar os exames e marcar a cirurgia. É durante a consulta que você deve sanar todas as suas dúvidas sobre o procedimento.

 

– Exames

Seu cirurgião deve solicitar os exames:

  • Hemograma;
  • Glicemia (se os níveis de glicemia foram normalizados após a bariátrica, por exemplo);
  • Eletrocardiograma;
  • Raio-x do tórax;
  • Consultas com cardiologista.

É essencial conferir a saúde do paciente para que ele se enquadre na abdominoplastia em âncora, bem como o peso esperado após o emagrecimento ou pós-bariátrica.

 

– Anestesia

É aplicada anestesia peridural com sedação ou geral.

 

– Tempo de Internação

O tempo que um paciente de abdominoplastia em âncora fica no hospital é de 24 horas.

 

– Duração

O tempo cirúrgico varia de 3 a 5 horas.

 

– A cirurgia

Na cirurgia de abdominoplastia pós-bariátrica são feitas duas incisões, que formam a âncora: uma na horizontal e outra na vertical. Em seguida, a pele é levantada e o cirurgião trabalha com os músculos para deixá-los mais firmes. Depois o excesso de pele é retirado e puxa o que ficou para o centro e para baixo. Por fim, as incisões são fechadas e a cirurgia é finalizada.

É importante destacar que haverá uma equipe médica durante todo o procedimento, desde o anestesista aos enfermeiros de suporte.

 

Recuperação e Pós-operatório da Abdominoplastia em Âncora

Saiba o que você deve ou não fazer depois da abdominoplastia em âncora:

 

– Qual o tempo de internação pós-operatório?

Leve em consideração que para uma cirurgia de 5 horas, aproximadamente, a permanência no hospital é de extrema importância, o que pode durar o dia todo. Isto porque no caso de qualquer problema ou risco, os profissionais prestarão atendimento.

 

– Quais os cuidados necessários no pós-operatório?

Após a abdominoplastia em âncora:

  • Manter uma postura de costas para a cama ao deitar, sempre com a cabeceira nivelada a 45º (equivale a 3 travesseiros);
  • 2 travesseiros abaixo dos joelhos (isso não força a cicatriz);
  • Não dirigir no primeiro mês (moto, só após 90 dias);
  • Usar cinta modeladora o tempo todo (para o banho pode tirar);
  • Não se exercitar nos primeiros meses. Volte com caminhadas leves após 1 mês e rotina de treinos só após 90 ou 120 dias;
  • Evitar que os curativos molhem nos 3 primeiros dias;
  • Fazer relação sexual somente após 30 dias e evitar pressão na parte do abdômen nos 90 dias;
  • Fazer drenagem linfática após uns 3 dias.

Ao receber alta do hospital, você recebe um informativo e receita médica com estes e outros cuidados.

 

– Quais as etapas de cicatrização no pós-operatório?

Algo que interfere na boa cicatrização é o tipo de corte e a sutura feitos pelo cirurgião plástico.

Após seis meses, a cicatriz começa a clarear e fica com a aparência mais natural. Além disso, ao longo de um ano a cicatriz já adquire seu aspecto permanente e não muda mais. No geral, é quando ela fica imperceptível.

 

– Qual a alimentação indicada no pós-operatório?

Em primeiro lugar, tenha uma alimentação balanceada e variada com frutas, verduras e legumes. Evite comidas pesadas que causam flatulências e não coma frutos do mar ou camarão, pratos com molhos ou temperos apimentados ou com shoyo. Gorduras e frituras também devem ficar de fora, bem como alimentos condimentados.

 

Abdominoplastia em Âncora Antes e Depois (Fotos)

Veja fotos do antes e depois da abdominoplastia em âncora, ou abdominoplastia pós-bariátrica:

Abdominoplastia em Âncora: O que é, Preço, Antes e Depois com Fotos 2021
Abdominoplastia antes e depois em uma mulher, 31. Fonte: Revista Brasileira de Cirurgia Plástica

 

Primeiro exemplo de paciente mulher, 31 anos, que perdeu grande peso e passou pela cirurgia com a técnica de âncora (foto A). A imagem B mostra como ficou 3 meses depois.

Abdominoplastia em Âncora: O que é, Preço, Antes e Depois com Fotos 2021
O método âncora resulta em uma cicatriz de “T” invertido. Fonte: RBCP

 

Nesta imagem, é possível ver claramente o novo formato do umbigo que é idêntico ao de uma pessoa que não se submeteu a abdominoplastias.

Considere seis meses como o período para notar os resultados reais da abdominoplastia em âncora, uma vez que não há mais inchaço.

 

Riscos e possíveis complicações da Abdominoplastia em Âncora

Há riscos, ainda que raros, do paciente passar por uma infecção, cicatrização hipertrófica (mais dura e mais alta), quelóide, sangramentos, tromboses, infartos e outras condições que são melhores esclarecidas com o cirurgião.

 

Principais dúvidas

Pessoas interessadas na abdominoplastia em âncora, geralmente tem estas dúvidas:

 

– A cirurgia é muito dolorosa?

Não, pois os profissionais administram analgésicos controladores da dor.

 

– A cicatriz ficará visível? Onde ficará localizada?

A abdominoplastia em âncora leva esse nome exatamente por formar uma cicatriz assim, como um “T” invertido. A linha na vertical fica no meio do abdômen, enquanto a horizontal é menos visível e fica escondida abaixo da cintura ao vestir peças íntimas.

 

– Quando poderei retornar às atividades físicas?

Após 1 mês é permitido fazer caminhadas leves.

 

Abdominoplastia em Âncora Preço e formas de pagamento

Tenha uma noção de valores e pagamento desse procedimento:

 

– Quanto custa a Abdominoplastia em Âncora?

O custo é na média de R$ 25 mil. É possível variar bem mais quando houver outras cirurgias associadas.

 

– Como se paga a Abdominoplastia em Âncora?

Através de opções interessantes de parcelamento ou por auxílio do SUS, que vê a cirurgia como reparadora.

Esperamos que este artigo tenha lhe ajudado a diferenciar a abdominoplastia indicada na pós-bariátrica, pós-parto ou após grande emagrecimento.

Confirme com um cirurgião plástico – membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – se este procedimento é para você e demais detalhes pertinentes como a data apropriada, exames e dietas, se necessário.



Fonte