Arquivos prótese – Blog Dr Charles Berres

0
9

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

A gluteoplastia e a lipoescultura são dois procedimentos cirúrgicos muito procurados pelas pacientes e têm como objetivo aumentar o volume dos glúteos e dar a eles uma forma mais proporcional ao corpo. Diretamente associadas ao aumento da confiança e da autoestima da paciente, ambas as cirurgias são eficientes e muito seguras. 

De acordo com o objetivo procurado e com a avaliação do cirurgião, no entanto, um procedimento pode ser mais indicado do que o outro. Isso porque, embora tenham basicamente a mesma finalidade, a gluteoplastia e a lipoescultura são bem diferentes, tanto no procedimento em si quanto no pós-operatório. 

Por isso, neste post, o Dr. Charles Berres explica algumas das principais diferenças entre a lipoescultura e a prótese de glúteo. Confira! 

Lipoescultura

Como o próprio nome já revela, a lipoescultura é um método para esculpir o corpo, ou seja, é um procedimento que traz harmonia nos contornos corporais. E como se atinge essa harmonia? Bom, a lipoescultura é a união da lipoaspiração com a lipoenxertia, isto é, o cirurgião retira a gordura corporal de determinada região do corpo, como os flancos, por exemplo, e a enxerta na região das nádegas, a fim de dar volume ou preencher qualquer assimetria entre elas. 

O procedimento é completamente diferente do implante da prótese de glúteo,  uma vez que o cirurgião enxerta um material que é natural do corpo da paciente, o que, praticamente, anula as chances de rejeição do organismo pelo material tratado. Porém, a gordura introjetada pode ser reabsorvida pelo corpo, o que já não acontece com a prótese. 

Prótese de glúteo

A implantação de próteses de silicone nos glúteos, por sua vez, é destinada para um aumento maior da região. Inclusive, existem próteses de vários tamanhos e formatos, em que a ideal para a paciente vai depender do objetivo almejado, além, claro, da avaliação que o médico fará. 

Diferentemente da lipoescultura, em que é enxertado nos glúteos da paciente a gordura da própria pessoa, a gluteoplastia consiste em introduzir uma prótese de silicone. Além disso, a consistência do glúteo fica levemente mais dura quando comparada à lipoescultura

Mas, afinal, qual procedimento é melhor?

Definitivamente, não existe um procedimento melhor do que o outro. O que há é a maior indicação de um do que o outro de acordo com objetivos e recomendações do profissional responsável pelo seu caso. Ao escolher as próteses, os resultados serão mais previsíveis, pois o formato e o tamanho são definidos antes da operação. A lipoescultura, por sua vez, pode ter o volume de gordura diminuído, o que pode não ser um boa indicação para quem deseja, principalmente, um aumento considerável do tamanho dos glúteos. 

O tempo de cirurgia basicamente é o mesmo — 2 horas, em média — e o pós-operatório requer repouso e cuidados em relação à área operada. Além disso, a alimentação e a hidratação são fundamentais para a obtenção dos melhores resultados. 

Os procedimentos apresentam diferenças também na cicatrização. A lipoescultura permite uma incisão bem pequena para se realizar a lipoaspiração da gordura, que é feita sempre em locais discretos. Já o implante de próteses deixa uma cicatriz maior, mas que também é feita em um local discreto, situado no sulco interglúteo.

Embora ambos os procedimentos sejam seguros e eficazes, cada um apresenta suas particularidades, o que exige uma avaliação bem completa por parte do cirurgião. Por isso, ressaltamos que a escolha do tipo de cirurgia deve ser tomada em conjunto com o profissional. Quer esclarecer mais dúvidas sobre a lipoescultura e a gluteoplastia? Agende sua consulta com o Dr. Charles Berres aqui! Quer saber mais dicas? Acesse o nosso blog



Fonte