Baixada Santista registra 364 novos casos e 13 mortes por Covid-19 em 24h | Mais Saúde

    0
    33

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    A Baixada Santista, no litoral de São Paulo, registrou 364 novos casos de Covid-19 nesta segunda-feira (2). De acordo com os boletins epidemiológicos divulgados pelas prefeituras, ainda foram confirmadas 13 mortes causadas pela doença no período de 24 horas.

    Ao todo, a região contabiliza 159.734 casos confirmados e 6.563 mortes causadas pela doença desde o início da pandemia. Ainda há 4.779 casos suspeitos, 225 mortes em investigação e 136.658 pessoas recuperadas. O número de pessoas com sintomas de Covid-19 internadas na região teve leve queda, passando de 208 para 205.

    Santos é a cidade com o maior número de internações, entretanto, registrou queda nesta segunda. A quantidade de pessoas com sintomas da doença hospitalizadas passou de 177 para 172. A taxa geral de ocupação dos 573 leitos de Covid-19 disponíveis está em 30%. Entre os 292 leitos de UTI, a ocupação é de 36%. Na rede SUS, a taxa é de 38%, e na rede privada, 32%.

    Santos registrou cinco novas mortes pela doença, enquanto Praia Grande e São Vicente registraram três óbitos cada. Já Guarujá registrou duas mortes causadas pelo novo coronavírus. A região ainda totaliza mais de 136,6 mil pessoas que se recuperaram da Covid-19.

    Confira os casos na Baixada Santista

    Cidade Confirmados Suspeitos Internados Óbitos Óbitos investigados Recuperados
    Santos 49.353 1.512 88 1.978 113 45.330
    Praia Grande 25.397 428 29 954 54 24.395
    Guarujá 25.550 575 24 1.213 17 10.916
    São Vicente 19.343 632 22 1.146 17 18.111
    Cubatão 14.923 242 4* 490 6 14.338
    Peruíbe 7.540 51 13 220 0 7.030
    Itanhaém 6.856 1.241 15 276 6 6.205
    Mongaguá 5.016 73 6 125 7 4.754
    Bertioga 5.756 25 4 161 5 5.579
    Total 159.734 4.779 205 6.563 225 136.658

    * O número de internados em Cubatão é referente apenas a pacientes de UTI, conforme é repassado pela prefeitura.



    Fonte