Baixada Santista registra 614 novos casos e 23 mortes por Covid-19 em 24h | Mais Saúde

    0
    45

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    A Baixada Santista, no litoral paulista, registrou 614 novos casos de Covid-19 nesta terça-feira (1º). De acordo com os boletins epidemiológicos divulgados pelas prefeituras, ainda foram confirmadas 23 mortes causadas pela doença no período de 24 horas.

    A região soma 138.679 confirmações e 5.331 mortes causadas pela Covid-19. Ao todo, há 3.583 casos suspeitos, 266 óbitos sob investigação e 120.170 pacientes recuperados. O número de pacientes internados com sintomas da doença registrou queda na Baixada, passando de 690 para 651.

    Santos é a cidade com o maior número de internações, porém, registrou queda nesta terça, passando de 573 para 553 pessoas hospitalizadas no município. A taxa geral de ocupação dos 782 leitos de Covid-19 disponíveis está em 71%. Entre os 412 leitos de UTI, a ocupação é de 75%. Na rede SUS, a taxa é de 63%, e na rede privada, 87%.

    Os nove municípios da região registraram novas confirmações da doença nesta terça. Guarujá foi a cidade que mais contabilizou mortes causadas pela doença em 24 horas, 7 ao todo. Santos somou 6, e São Vicente 4. Praia Grande e Bertioga registraram 2 óbitos pela doença cada, e Cubatão e Peruíbe uma morte cada. O número de pacientes recuperados ultrapassou a marca de 120 mil.

    Confira os casos na Baixada Santista

    Cidade Confirmados Suspeitos Internados Óbitos Óbitos investigados Recuperados
    Santos 45.077 1.387 259 1.669 106 41.016
    Praia Grande 22.009 427 124 728 65 21.213
    Guarujá 20.326 49 102 1.014 50 10.609
    São Vicente 16.287 671 48 833 20 15.039
    Cubatão 13.258 371 15* 423 8 12.580
    Peruíbe 6.320 210 23 181 1 5.330
    Itanhaém 5.798 248 36 240 0 5.530
    Mongaguá 4.319 157 18 112 6 3.823
    Bertioga 5.285 63 26 131 10 5.030
    Total 138.679 3.583 651 5.331 266 120.170

    * O número de internados em Cubatão é referente apenas a pacientes de UTI, conforme é repassado pela prefeitura.



    Fonte