Baixada Santista registra 96 novos casos e uma morte por Covid-19 em 24h | Mais Saúde

    0
    21

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    A Baixada Santista, no litoral de São Paulo, confirmou 96 novos casos da Covid-19 neste domingo (26). Ainda de acordo com os boletins epidemiológicos divulgados pelas prefeituras, foi registrada uma nova morte causada pela doença no período de 24 horas.

    Ao todo, a região soma 170.210 casos confirmados e 7.045 mortes causadas pela doença desde o início da pandemia. Ainda há 4.247 casos suspeitos e 128 mortes em investigação. O número de internações, segundo os boletins das prefeituras, é de 80, entretanto, o número total real pode ser maior, já que algumas cidades informam apenas os pacientes internados em UTI ou leitos do SUS (veja tabela abaixo).

    Santos é a cidade com o maior número de internações, e neste domingo registrou leve aumento, passando de 92 para 94 pessoas hospitalizadas. A taxa geral de ocupação dos 409 leitos Covid-19 disponíveis está em 23%. Entre os 216 leitos de UTI, a ocupação é de 22%. Na rede SUS, a taxa é de 25% e na rede privada, 18%.

    São Vicente foi o único município a registrar uma nova morte pela doença. A Baixada Santista soma mais de 146,6 mil pessoas que se recuperaram da Covid-19.

    Confira os casos na Baixada Santista

    Cidade Confirmados Suspeitos Internados Óbitos Óbitos investigados Recuperados
    Santos 52.108 1.484 51 2.116 42 48.035
    Praia Grande 27.746 451 11 1.110 35 26.641
    Guarujá 26.441 641 9 1.238 21 11.163
    São Vicente 21.125 477 1 1.240 11 19.837
    Cubatão 16.153 138 2 507 0 15.594
    Peruíbe 8.085 144 3 230 1 7.665
    Itanhaém 7.241 651 2 310 13 6.780
    Mongaguá 5.280 166 0 129 0 5.120
    Bertioga 6.031 95 1 165 5 5.816
    Total 170.210 4.247 80 7.045 128 146.651

    * O número de internados em Cubatão é referente apenas a pacientes de UTI e o de Guarujá é referente a internações do SUS, dados repassados pelas prefeituras.

    VÍDEOS: as notícias mais vistas do G1



    Fonte