Baixada Santista soma 31 mortes por Covid-19 e ultrapassa 138 mil confirmações ao registrar 810 casos | Mais Saúde

    0
    14

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    A Baixada Santista, no litoral paulista, ultrapassou a marca de 138 mil casos de Covid-19, após registrar 810 novas confirmações nesta segunda-feira (31). De acordo com os boletins epidemiológicos divulgados pelas prefeituras, ainda foram confirmadas 31 mortes causadas pela doença. A cidade de Guarujá chegou a mais de 1.000 mortes causadas pelo coronavírus.

    A região soma 138.065 confirmações e 5.308 mortes causadas pela Covid-19. Ao todo, há 3.477 casos suspeitos, 257 óbitos sob investigação e 119.888 pacientes recuperados. O número de pacientes internados com sintomas da doença aumentou na Baixada, passando de 659 para 690.

    Santos é a cidade com o maior número de internações, e registrou aumento nesta segunda, passando de 562 para 573 pessoas hospitalizadas no município. A taxa geral de ocupação dos 783 leitos de Covid-19 disponíveis está em 73%. Entre os 414 leitos de UTI, a ocupação é de 78%. Na rede SUS, a taxa é de 66%, e na rede privada, 91%.

    Os nove municípios da região registraram novas confirmações da doença nesta segunda. Santos, Praia Grande, Guarujá, Itanhaém e Mongaguá registraram novos óbitos por conta da doença, 31 ao todo. O número de pacientes recuperados ultrapassou a marca de 119,8 mil.

    Confira os casos na Baixada Santista

    Cidade Confirmados Suspeitos Internados Óbitos Óbitos investigados Recuperados
    Santos 45.027 1.317 281 1.663 99 41.009
    Praia Grande 21.954 427 132 726 62 21.168
    Guarujá 20.194 55 111 1.007 50 10.604
    São Vicente 16.233 656 47 829 21 14.980
    Cubatão 13.058 392 15* 422 8 12.554
    Peruíbe 6.307 149 25 180 1 5.296
    Itanhaém 5.766 226 36 240 0 5.442
    Mongaguá 4.264 157 19 110 6 3.823
    Bertioga 5.262 98 24 131 10 5.012
    Total 138.065 3.477 690 5.308 257 119.888

    * O número de internados em Cubatão é referente apenas a pacientes de UTI, conforme é repassado pela prefeitura.



    Fonte