Bolsonaro diz que convocação de diplomata brasileira é ‘direito’ do Irã – 07/01/2020

0
116

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou hoje que a convocação da encarregada de negócios da Embaixada do Brasil no Irã, Maria Cristina Lopes, pelas autoridades do país é um “direito deles”.

Ao mesmo tempo, disse que um ato recíproco também é um direito ao Brasil, mas não confirmou se determinará a convocação de diplomatas iranianos.

“Estou aguardando o que haverá após essa convocação. Nós repudiamos o terrorismo em qualquer lugar do mundo e ponto final. É um direito deles, como é meu também”, disse.

Bolsonaro informou que o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, está fora do Brasil – em recesso – e, quando este retornar, conversará sobre eventuais medidas. O presidente preferiu não comentar o tom da reunião da diplomata com as autoridades iranianas.

Questionado novamente se o governo brasileiro pretende adotar algum gesto semelhante perante diplomatas iranianos, Bolsonaro disse “temos comércio com o Irã e vamos continuar com esse comércio”.

Indagado pela reportagem se teme que o apoio do Brasil aos Estados Unidos no conflito com o Irã pode prejudicar o comércio brasileiro com o país do Oriente Médio, o presidente disse que o Brasil tem de ter a capacidade de se antecipar a problemas.

Hoje de manhã Bolsonaro se reúne com o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva. O presidente disse conhecer o ministro desde 1974 e discutir “tudo” com ele.

“Nós só não dormimos juntos. O resto….”, falou.

Ontem Bolsonaro afirmou que reavalia a ida dele ao Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, por questão de segurança após os embates recentes entre os Estados Unidos e o Irã. O evento acontece entre 21 e 24 de janeiro.

Agora pela manhã, o presidente disse que, “por enquanto, está de pé” justificando que a política é dinâmica de acordo com os acontecimentos.

Bolsonaro vai viajar para o Guarujá na quinta-feira (9) junto à filha Laura para descansar. Além de se reunir com familiares que moram no estado de São Paulo, o presidente deve participar de alguns eventos na região. O retorno dele para Brasília está previsto para terça de manhã.

A intenção é compensar alguns dias de recesso após voltar antes do previsto da Bahia para a capital federal no Ano Novo. Na época, a primeira-dama Michelle Bolsonaro fez cirurgia – agendada – para trocar prótese de silicone e corrigir problemas no abdômen.



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda