cabeleireiro dá dicas para cuidar do curto

0
103

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Na última quarta-feira (19), a cantora Manu Gavassi abandonou os fios platinados de comprimento médio para se jogar no corte pixie. Ele entra na categoria de curtíssimos, mas pode variar em textura e movimento — acredite, ainda que bem rente à cabeça, o estilo é versátil.

Manu Gavassi: dos fios médios platinados ao curtinho natural

Imagem: Reprodução/Instagram

O responsável por materializar a “versão favorita” da ex-BBB, nas próprias palavras dela em um post no Instagram, foi o beauty artist Daniel Hernandez, conhecido por cuidar da beleza de várias celebridades em capas de revista e campanhas publicitárias. “A inspiração do corte foi a atriz Mia Farrow, em meados da década de 60”, revela Daniel com exclusividade a Universa. À época, a protagonista de “O Bebê de Rosemary” usava os fios loiros, curtíssimos e com franja reta.

A atriz Mia Farrow foi a inspiração de Manu Gavassi para apostar no curtinho - Corbis via Getty Images - Corbis via Getty Images

A atriz Mia Farrow foi a inspiração de Manu Gavassi para apostar no curtinho

Imagem: Corbis via Getty Images

O que difere o pixie do curto é, exatamente, o comprimento bem próximo à raiz. Ele pode ser mais clássico, seguindo linearidade entre as mechas, ou assimétrico, com pontas desconectadas. Vale ainda ter franja e, no caso dos crespos, até topete. “O importante é que a manutenção seja feita a cada 30 dias, porque o corte não dura muito em razão do crescimento natural do cabelo”, argumenta o expert.

Dá para estilizar o curtinho?

A resposta é “sim”! Pode parecer difícil variar o visual quando o cabelo não é longo o suficiente para tranças e coques, mas o pixie vai bem com acessórios, variações da risca (no meio, lateral…) e na textura natural.

É importante prestar atenção à fórmula dos produtos. Prefira pós, sprays e pomadas para evitar o aspecto sujo próximo à raiz, especialmente se tiver cabelo fino.

Xampu seco é ótimo para dar volume. Sprays podem ajudar no efeito bagunçado, como nas versões de água salgada. Já as pomadas mantêm tudo no lugar — no dia a dia e até em eventos importantes. “Indico as pastas bem secas, que não deixam as mechas oleosas”, recomenda Daniel. Na hora de aplicar, esquente nas palmas das mãos e penteie com os dedos.

Inspire-se em outras musas que apostam no pixie



Fonte