Câmara de Tupã vota pedido de cassação de vereadora suspeita de tentar cancelar multa de morador | Bauru e Marília

    0
    38

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    Em sua argumentação, o morador sugere a cassação do mandato da vereadora e seu afastamento imediato durante o processo com base na suspeita de prática de tráfico de influência.

    No documento, ele diz que a Lei Orgânica do Município prevê que “o vereador que agir de forma incompatível com o decoro parlamentar […] poderá ser alvo de perda do mandato”.

    Na sessão da Câmara, que começa às 20h, inicialmente os vereadores votarão se um processo será aberto contra a vereadora. É preciso o voto de 10 dos 15 vereadores para o caso ter prosseguimento.

    Se os vereadores decidirem pela abertura do processo, haverá uma nova votação em seguida para decidir se a vereadora será afastada imediatamente durante o período do processo.

    Um áudio que circula nas redes sociais, que foi atribuído à vereadora, mostra o suposto diálogo dela com o morador que foi multado (ouça no vídeo abaixo).

    Vereadora de Tupã tenta cancelar multa dada a morador que descumpriu toque de recolher

    A prefeitura confirmou que a vereadora Claudinha do Povo entrou em contato com a Vigilância Sanitária municipal para tentar cancelar a multa aplicada ao morador que descumpriu o toque de recolher na última sexta-feira (28).

    Ainda conforme a Prefeitura de Tupã, a parlamentar entrou em contato, neste domingo (30), com o setor responsável para saber detalhes da aplicação da multa, questionando se haveria a possibilidade de recursos ou alguma forma de retratação.

    Em nota enviada nesta segunda pela manhã, antes da chegada do pedido de cassação, a Câmara informou que o caso envolvendo a vereadora é um “ato isolado da parlamentar, fora do recinto da Câmara Municipal. No entanto, o Poder Legislativo está tomando ciência das circunstâncias do ocorrido para analisar a questão”.

    O G1 também entrou em contato com a vereadora e a assessoria dela informou que emitira uma nota oficial sobre o assunto ainda nesta segunda-feira (31).

    Em um dos trechos do áudio, a vereadora diz:

    – “Eu passei vergonha, porque eu sou vereadora, estou na linha de frente cuidando do povo, pro povo não sair de casa, pro povo não andar sem máscara, pro povo ficar em casa… Eu tive que ir lá resolver o seu problema, de você que tava na rua! Olha só a vergonha que eu passei! “

    Em outro trecho, a vereadora dá uma bronca no morador e pede para ele não descumprir mais as regras:

    – “Não me sai sem máscara, não me sai das 21 horas, pelo amor de Deus. Por que? Eu fiz isso para te ajudar. Mas não faça mais isso! Se alguém te chamar, algum primo, algum amigo, não! Porque depois não são eles que vão lá tirar a sua multa. “

    A Prefeitura de Tupã informou que a multa foi mantida ao morador, que descumpriu o decreto estadual que determina o toque de recolher das 21h às 5h.

    VÍDEOS: assista às reportagens da região



    Fonte