Célio Nori, coordenador do Fórum da Cidadania, morre por complicações da Covid-19 | Santos e Região

    0
    37

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    O idealizador e coordenador do Fórum de Cidadania de Santos, o sociólogo Célio Antônio de Barros Nori, de 71 anos, faleceu no final da noite de segunda-feira (17), em decorrência de complicações da Covid-19. Nori tinha comorbidades como pressão alta e obesidade.

    Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Santos, no litoral de São Paulo, desde 20 de abril. Três dias depois, ele foi entubado, após ter uma piora no quadro clínico.

    No último dia 6, o sociólogo foi transferido para a UTI pós-Covid, com anemia e precisou de transfusão de sangue. Amigos e familiares fizeram uma campanha de doação no Hemonúcleo da Santa Casa de Santos.

    O corpo de Nori será velado nesta terça-feira (18), no Memorial Necrópole Ecumênica, em Santos, a partir das 14h. A cerimônia de cremação ocorrerá às 19h.

    Célio Nori era formado em Ciências Políticas e Sociais, pelo Instituto Municipal de Ensino Superior de São Caetano do Sul, especializado em Filosofia da Educação, pela Universidade Metodista de Piracicaba, e mestre em Educação Física, pela Unicamp. Em 1983, ingressou no Sesc Santos, onde permaneceu por mais de 20 anos.

    Em 1993, ele foi nomeado Secretário Municipal de Esportes e foi idealizador do projeto de lei que deu origem à atual Fundação de Esportes de Santos. Em 1996, assumiu o cargo de vereador, para substituir a Mariângela Duarte, que havia sido eleita deputada estadual. Ele atuou como diretor de uma faculdade de Santos, e foi professor do curso de Gerontologia.

    Em 1989, fundou a Sociedade de Melhoramentos do Embaré. Em maio de 2002, foi criado o Fórum da Cidadania de Santos, articulado principalmente por Nori. A instituição reúne representantes de entidades, entre organizações não-governamentais, universidades, órgãos públicos, associações e comunidades religiosas, tendo como diretriz a ideia da democracia participativa.

    VÍDEOS: G1 em 1 Minuto Santos



    Fonte