Cirurgião Plástico faz alerta após morte de mulher que fez hidrolipo em clínica de estética no RJ

0
31

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

A Polícia Civil interditou no último domingo, no Rio de Janeiro, a clínica de estética onde Maria Jandimar Rodrigues, de 39 anos, morreu após fazer uma hidrolipo na barriga, na noite desta sexta-feira (17). O marido da vítima acusa o médico de ter tentado fugir do local sem prestar socorro a esposa. De acordo com Dr. Luiz Haroldo Pereirapioneiro da lipoaspiração no Brasil membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, casos de erros em cirurgias plásticas se devem a uma perigosa combinação de sociedades médicas clandestinas, pacientes desinformados e a ânsia por um corpo impecável:

“É necessária muita cautela e paciência na decisão de se submeter a um procedimento estético ou o sonho pode virar pesadelo e uma fatalidade. Toda cirurgia tem uma possibilidade pequena de insucesso, mas o problema é que tem muitos falsos cirurgiões plásticos despreparados e sem título de especialista realizando estas cirurgias. Recebo muitos pacientes com complicação de lipoaspiração e de gluteoplastia. Uns 30% dos meus pacientes são de correção de complicações.”

Infelizmente o caso de Maria Jandimar não é raro. O cirurgião plástico alerta para que as pessoas pesquisem muito antes de decidirem realizar um procedimento estético: “Existem muitos charlatães que se aproveitam destas pessoas e prometem verdadeiros milagres. A lipoaspiração começou no Brasil em 1980 eu participei desta primeira cirurgia. É um procedimento seguro quando realizado por um profissional sério e especialista, em ambiente hospitalar. Não existe aparelho milagroso. A cirurgia depende do cirurgião. Não é o equipamento e sim quem manipula os mesmos. Toda cirurgia envolve risco e devemos informar aos pacientes.”

Dr. Luiz Haroldo finaliza alertando ainda sobre os preços dos procedimentos: “O barato sai muito caro: Cuidado! Muitos pacientes tendem a escolher um profissional sem ao menos pensarem nos motivos que o tornaram barato, por apenas pensarem no resultado final. Não acredite em tudo que você lê ou vê por aí. Jamais deixe de lado a checagem necessária”.



Fonte