Complexo Hospitalar de Tucuruí destaca o protagonismo dos enfermeiros e técnicos na Semana da Enfermagem

0
86

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

A coordenação do Complexo Hospitalar de Tucuruí, que compreende o Hospital Regional de Tucuruí (HRT) e a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), preparou uma programação especial para homenagear seus profissionais da enfermagem na última quarta-feira (12), Dia Internacional da Enfermagem e do Enfermeiro. A celebração faz parte da Semana da Enfermagem, que acontece entre os dias 12 e 20 de maio, e termina com o Dia do Técnico de Enfermagem.

Trata-se de uma ação que visa retribuir a dedicação e compromisso da equipe destas unidades de saúde, reconhecendo o “quanto são importantes na prestação de cuidados aos pacientes”. “Com utilização de métodos científicos, a enfermagem prescreve e faz toda a sistematização da assistência, planejando a forma como esse cuidado vai ser prestado ao paciente”, justifica o diretor de Enfermagem do HRT, João Evangelista Uriel.

Tal tributo coincide com um momento em que o maior contingente de profissionais atuantes no Complexo continua a se provar indispensável na luta contra a crise sanitária causada pela Covid-19. Para protegê-los nesta missão, o uso prolongado de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), a intensificação da higienização de servidores e pacientes passaram a fazer parte do seu cotidiano. Treinamentos, novos fluxos e estratégias de assistência garantem o aperfeiçoamento destas práticas para reduzir os riscos de infecção.

Atualmente, são 29 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) exclusivas para a doença e 16 leitos clínicos, com a recente implantação de um equipamento de hemodiálise no HRT, o qual inicialmente “atenderá apenas os pacientes com insuficiência renal aguda que estão internados na ala de UTI Covid,” de acordo com o diretor geral do Complexo Hospitalar, Carlos Tabosa.

“Realizar um atendimento adequado é o nosso objetivo e o trabalho desses profissionais é fundamental para a qualidade da saúde dos pacientes e usuários do HRT/Unacon,” enfatiza. “E mais ainda, em tempos da pandemia, o trabalho na linha de frente desses profissionais será sempre reconhecido”.

Além destes cuidados, os enfermeiros ainda garantem o funcionamento das clínicas, controle dos horários da medicação, materiais técnicos e higienização do ambiente. “Avaliamos a condição do paciente e planejamos, diariamente, os cuidados necessários,” explica o enfermeiro Renan Cunha. “O enfermeiro se responsabiliza 24 horas por uma assistência integral de qualidade e holística, visando o bem-estar desse enfermo”.  

Ele ilustra ainda a importância da enfermagem no cuidado e assistência no pré, intra e pós-operatório. Neste caso, conta o profissional da categoria, a atenção é redobrada ao preparar o paciente para a cirurgia – principalmente os que precisam de terapia intensiva após o procedimento, que retornam à clínica cirúrgica e precisam de cuidados detalhados. 

Outra faceta desta categoria envolve os cuidados paliativos voltados aos pacientes que sofrem de doenças crônicas, muitas vezes em fases críticas. Os enfermeiros, ao lado de uma equipe multidisciplinar, empenham-se em lhes dar uma atenção especial, atendendo às necessidades da saúde física, emocional e social, de modo a reduzir o sofrimento, promover o conforto e dignidade do indivíduo e sua família.

“Cuidar do ser humano exige que o entendamos como um ser completo,” resume o enfermeiro João Evangelista. Desse princípio parte a percepção de que, no contexto da saúde, é pública e notória a participação na prestação do cuidado – a Enfermagem é a ciência e a arte do cuidar.



Fonte