Cuidados com o sol após cirurgia plástica

0
15

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Um dos principais questionamentos de pacientes em pós-operatórios de cirurgia plástica é a respeito os cuidados que se deve tomar sobre a exposição ao sol. Junto a outras precauções, seguir as recomendações sobre a exposição solar da região em que a intervenção foi realizada é de grande importância para uma recuperação bem-sucedida.

O paciente deve escutar com atenção não penas as recomendações sobre o sol. Cada orientação do cirurgião deve ser compreendida e seguida, desde antes da cirurgia e principalmente depois, pois o bom resultado de uma cirurgia plástica é completado após o processo de cicatrização.

Que cuidados devo tomar?

O processo de cicatrização em qualquer procedimento cirúrgico requer que o paciente siga uma série de cuidados a risca. Isso ocorre porque a cicatrização é um processo de regeneração de tecidos lesionados que necessita de fatores ambientais favoráveis para que ocorra de forma saudável e com benefícios estéticos.

No caso de uma cirurgia plástica como a mamoplastia redutora, por exemplo, a falta de atenção aos cuidados pós-operatórios pode resultar em problemas indesejáveis e cicatrizes que prejudicam os resultados estéticos como um todo.

Por isso, deve-se atentar a:

  • Manter a pele hidratada;
  • Seguir as orientações de repouso, cuidados com postura, vestimenta e exercícios físicos pelo tempo determinado pelo cirurgião;
  • Manter uma dieta equilibrada e consumir bastante água;
  • Evitar ao máximo a luz solar direta.

Por que evitar a luz solar?

Segundo dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, o Brasil é o segundo país que mais realiza cirurgia plástica no mundo. Sendo um país de alta incidência de raios solares, é comum que questionamentos sobre cuidados com o sol sejam feitos pelos pacientes. E, sendo assim, a recomendação mais comum é evitar até que a cicatrização esteja completa.

Geralmente, os primeiros meses são cruciais para uma boa cicatrização. A exposição ao sol nesse período pode causar consequências como:

  • Formação de manchas;
  • Escurecimento das cicatrizes devido ao aumento de produção de melanina;
  • Abertura dos pontos, caso ainda não tenham sido removidos;
  • Dor e inchaço por causa da vasodilatação;
  • Ressecamento e desidratação da pele.

Ainda pode haver outras consequências de acordo com a região em que foi realizada a cirurgia plástica. Em pelo menos os primeiros trinta dias, e dependendo do procedimento e do organismo do paciente, por mais tempo, a exposição deve ser evitada mesmo sob roupas ou com uso de protetor solar.

Passados os dias em que a recomendação é evitar qualquer exposição, pode-se tomar certos cuidados, desde que com a autorização e orientação correta do médico. De forma geral, alguns cuidados que podem ser tomados nesse momento são cobrir a cicatriz com materiais e roupas adequadas, usar protetor solar adequado a pele com atenção à cicatriz, e, principalmente, evitar longas exposições.

O Resultado Final

Seguindo todas as recomendações, tanto evitar a exposição da cicatriz à luz solar, quanto ter atenção a todos os outros cuidados que devem ser tomados durante os meses seguintes à cirurgia plástica, o resultado final pode ser o sucesso estético tão esperado. Aproveitar o verão se sentindo bem com a própria aparência é melhor que correr o risco de ter uma cicatriz agravada por maus-cuidados do paciente.

REDE NOTICIANDO

Siga nossas redes sociais e fique bem informado!

Receba em primeira mão nosso conteúdo através do nosso canal no Telegram.

Rede Noticiando – A serviço da informação!



Fonte