Cuidados para pacientes de cirurgia plástica com pandemia da COVID-19

0
82

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Cirurgião Plástico alerta para as orientações da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) para pré e pós-cirurgia

Com a pandemia da COVID-19, os pacientes pré e pós cirurgia plástica devem ter um cuidado redobrado com o contágio do vírus. De acordo com o cirurgião plástico, Bruno Legnani, as recomendações da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) é de que apenas as cirurgias de emergência sejam realizadas neste período.

“Procedimentos estéticos devem aguardar uma mudança de cenário, já que preservar os pacientes e médicos, e ainda disponibilizar leitos para os enfermos do coronavírus é a prioridade”, explica o especialista. Ele alerta para cuidados necessários para se proteger da contaminação e manter a saúde segura:

1-         Evitar exposição social e aglomerações, mas, caso seja necessário, utilizar máscara facial e luvas sempre que houver risco de algum contágio – principalmente para pacientes com imunidade baixa e gripados;

2-         Lavar as mãos com água e sabão com frequência, e utilizar o álcool 70% sempre que não puder fazer a limpeza com água e sabão;

3-         Se a cirurgia se fizer necessária, informe seu médico sobre possível contato com pessoas infectadas e/ou viagens para locais de risco;

4-         No pré-operatório, informe seu médico sobre doenças crônicas, como hipertensão, diabetes, doenças cardíacas ou respiratórias – assim, o profissional decidirá por adiar ou manter a operação;

5-         No pós-operatório, evitar visitas – fazê-las por meios online (Skype, whatsapp e chamadas de vídeo) – e caso necessário, todos os visitantes e o paciente deverão usar máscara e luvas, além de manter distância de um metro;

6-         Manter a imunidade em alta: alimente-se bem, beba bastante água e tome todas as vitaminas recomendadas pelos médicos;

7-         As consultas pós-operatórias devem ser realizadas em um ambiente seguro, e quando possível poderão ser realizadas em casa, ou até mesmo online.

É preciso ficar atento às recomendações dos órgãos governamentais e entender que elas podem mudar diariamente, de acordo com o cenário. “Evite acreditar em receitas milagrosas de internet, atenda somente às orientações do seu médico – ele sabe o que é bom e importante para o seu caso individualmente”, explica Legnani.

Sobre Bruno Legnani:

O médico cirurgião plástico Bruno Legnani possui título de especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), tem residência médica em cirurgia plástica e microcirurgia pelo Instituto Nacional do Câncer e fellow internacional em cirurgia plástica estética na Akademikliniken, na Suécia.



Fonte