Cuidados para ter após cirurgias plásticas

0
36

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Repouso e cuidados com postura e alimentação são necessários. Tempo de recuperação pode variar dependendo da pessoa e do procedimento.

Com a popularização das cirurgias plásticas nos últimos anos, muita gente não para para pensar em um aspecto muito importante desse tipo de procedimento, independentemente da parte do corpo em que ele é feito: é uma intervenção cirúrgica e, portanto, pede cuidados no pré e no pós-operatório.

Esses cuidados são determinantes não só para a segurança dos pacientes, evitando complicações, como também podem influenciar no resultado final do procedimento. Por isso, se você está se preparando para esse momento, prepare o pijama, porque vai precisar fazer repouso.

A melhor pessoa para te dar as recomendações específicas para o seu caso e tipo de procedimento é o seu médico. É fundamental conversar com ele sobre o tempo estimado de recuperação para que você consiga se preparar, física e psicologicamente.

Em vários procedimentos você vai precisar de alguém para te acompanhar, pelo menos nos primeiros dias. Até mesmo tarefas domésticas simples, como cozinhar ou passar um pano na casa, vão precisar ser evitadas por algum tempo. E é preciso se programar para isso.

Recomendações gerais

Embora você precise procurar pelas recomendações específicas do procedimento que fará, algumas recomendações gerais são comuns na maior parte das cirurgias plásticas mais populares, como lipoaspiração, abdominoplastia ou aumento/diminuição das mamas.

Por isso, separamos algumas dessas recomendações gerais para que você já comece a pensar no que vem por aí.

Alguns alimentos gordurosos são proibidos nos primeiros meses. Nos primeiros dias, a recomendação é fazer refeições leves, em alguns casos apenas alguns caldos e cozidos, em pequenas quantidades.

Além de evitar alguns alimentos, pode ser o caso de aumentar o consumo de outros, principalmente frutas e vegetais que ajudam a acelerar o processo de cicatrização. Dar essa forcinha para o organismo é algo muito bem-vindo quando ele está se recuperando de uma cirurgia.

Fumar e beber também estão entre os hábitos proibidos, pelo menos nos primeiros 30 dias. Em alguns procedimentos, essa recomendação pode chegar a seis meses ou até mais.

Ficar absolutamente de repouso nos primeiros dias, na posição indicada para cada procedimento. À medida que for melhorando, algumas atividades são permitidas, mas não abuse: isso pode comprometer a evolução da sua recuperação e causar problemas. Programe-se para desacelerar um pouco.

Os exercícios físicos também devem ser evitados nos primeiros meses. Em muitos casos, algumas sessões de fisioterapia podem ser indicadas até você poder, de fato, voltar a se movimentar como antes.

Hidratar-se é mais importante que nunca e a recomendação é beber, pelo menos, 1,5 litros de água, em pequenas quantidades por vez. Em alguns casos, o médico pode pedir até mesmo que você urine mais vezes ao dia. Isso evita a retenção e a formação de edemas.

Se o procedimento que você vai fazer pede o uso de roupas de compressão, como sutiãs, cintas e drenos, é fundamental respeitar o uso, por mais incômodos que esses acessórios possam ser. Eles são recomendados porque têm uma função na recuperação.

Comparecer ao hospital nas datas marcadas para trocar os curativos e retornos médicos também é essencial. Mesmo que você esteja se sentindo bem após alguns meses, não deixe de ir a nenhuma consulta, pois é a sua segurança que está em jogo.

Assim como ir às consultas, você precisa tomar todos os medicamentos indicados e, além disso, é bom consultar o seu médico se precisar fazer uso de qualquer outro remédio, pois ele pode ter alguma interação com os já prescritos.

No primeiro mês é essencial ainda ficar atento a qualquer inchaço, febre ou outro sintoma que possa significar que algo não vai bem. Vale avisar ao seu médico sobre qualquer sinal estranho. Melhor pecar pelo excesso de cuidado que pela falta.



Fonte