Defesa Civil de Itabuna faz vistorias e realiza levantamento das famílias afetadas pela enchente: ‘Minha parede despencou’, diz moradora | Bahia

    0
    18

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    A Defesa Civil de Itabuna, no sul da Bahia, tem trabalhado no levantamento das famílias afetadas pela enchente. Segundo balanço divulgado nesta quarta-feira (5), são mais de mil casas com a estrutura comprometida na cidade.

    “A água veio até certo meio aqui, as casas de baixo ficaram todas comprometidas. [A chuva] Abalou as estruturas das lajes”, disse o pedreiro Ailton Santos.

    O relato de Ailton Santos, morador da rua Cajueiro, no bairro Nova Ferradas, é o mesmo que vários moradores de Itabuna têm feito nas últimas semanas, principalmente aqueles que ainda não sabem se vão conseguir voltar para as casas atingidas pela enchente do rio cachoeira e os que estão com medo de continuar nos imóveis.

    A dona de casa, Jacilda Santos, precisou deixar o imóvel onde mora às pressas porque a água invadiu tudo e derrubou o muro do quintal. A mulher já retornou, mas está assustada.

    “A minha parede da cozinha despencou, o meu neto quebrou os dois cadeados para ajeitar algumas coisas dentro de casa, o fogão e o congelador”, contou.

    Defesa Civil de Itabuna faz vistorias e realiza levantamento das famílias afetadas pela enchente — Foto: Reprodução / TV Santa Cruz

    De acordo com a Defesa Civil, cerca de 1.063 casas em Itabuna estão com a estrutura comprometida de alguma forma. No bairro da Bananeira 626 casas foram afetadas pelas chuvas.

    Para que a equipe da Defesa Civil vá até o local, o morador precisa agendar um horário através do telefone 153. Depois da visita, o órgão emite um laudo que vai atestar se a casa está ou não em condições de habitação.

    As pessoas que têm o imóvel condenado, pode receber o aluguel social, no valor de R$ 440.

    Veja mais notícias do estado no g1 Bahia.

    Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia 💻

    Ouça ‘Eu te explico’ 🎙



    Fonte