Dezenas se reúnem sem máscaras para ver jovens empinando motos no litoral de SP, VEJA | Santos e Região

    0
    23

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    Um encontro em que vários jovens empinavam motocicletas em Guarujá, no litoral de São Paulo, conhecido como ‘grau de moto’, causou a revolta de moradores devido ao desrespeito às medidas para conter a disseminação da Covid-19. Em vídeos enviados ao G1 nesta quarta-feira (21), dezenas de pessoas são vistas no local, aglomeradas e sem máscaras. Recentemente, a cidade chegou a adotar medidas mais restritivas, que definiu como ‘lockdown’, devido ao rápido aumento de internados por conta do coronavírus.

    O último encontro ocorreu na tarde de domingo (18), em um conjunto habitacional no bairro Vila Edna. Conforme relatado por uma testemunha ao G1, o ‘evento’ acontece com frequência durante a tarde, aos fins de semana, e mesmo durante a pandemia, reúne dezenas de pessoas que não respeitam o distanciamento social.

    Imagens de encontro entre jovens em motos foram compartilhadas nas redes sociais — Foto: Reprodução/Instagram

    Em contato com um dos jovens que aparecem nas imagens, que preferiu não se identificar, a reportagem foi informada de que o encontro é feito para treinar as manobras nas motos. “Acontece durante a semana, domingo, mas não tem aglomeração entre nós [motociclistas], porque cada um fica na sua moto, não fica um perto do outro. São poucas pessoas, e também, a gente fica lá porque não tem um lugar apropriado para ir. O prefeito deveria abrir um local específico para a gente empinar, de tênis, capacete, tudo protegido, de máscara, assim não teria porque o pessoal reclamar. Só queremos um espaço para ter lazer”, afirmou.

    Questionado sobre o desrespeito às medidas de prevenção ao coronavírus, ele afirmou que os organizadores não têm culpa da aglomeração entre as pessoas que assistem. “A gente que empina a moto não tem culpa da aglomeração, porque estamos em cima da motocicleta, e não olhando o pessoal que está treinando. Aquilo não é evento, é treino, a gente só vai para treinar e aprender o que não sabe. Às vezes, somos ‘tirados’ como criminosos, mas só estamos praticando uma coisa que é um esporte”, disse.

    Imagens mostram aglomeração durante encontro de jovens que empinam motos em Guarujá, SP — Foto: Reprodução

    Em nota, a Prefeitura de Guarujá informa que a Guarda Civil Municipal (GCM) não recebeu denúncia sobre esse evento irregular. De acordo com o município, tanto a GCM quanto os fiscais municipais têm intensificado o patrulhamento em toda a cidade para coibir as aglomerações. No domingo, as equipes estavam empenhadas em diversas operações, como fiscalização de barreiras, operação na Praia do Sangava, além da fiscalização nas praias urbanas e no comércio em geral.

    A prefeitura afirma lamentar “a falta de consciência de algumas pessoas”, e pondera que, sem a colaboração dos moradores, o poder público não tem condições de controlar a disseminação da Covid-19. A administração orienta que denúncias relativas ao descumprimento dos decretos municipais e normas estipuladas para o controle e combate à pandemia podem ser feitas pelo telefone 153. A ligação é gratuita, e o serviço é 24 horas. “O combate ao coronavírus é responsabilidade de todos”, finaliza.

    A Polícia Militar também informou que não foi acionada para esta ocorrência, mas que as ações de policiamento foram intensificadas em todo o estado, com vistas ao cumprimento das determinações estabelecidas pela fase emergencial do Plano São Paulo de combate à Covid-19, e para proteger a população. A PM afirma que atua por meio de apoio às ações da Vigilância Sanitária, Procon e demais órgãos municipais de fiscalização, quando acionada, e segue com o atendimento de emergências de segurança.

    Apenas entre março e abril, conforme a PM, as forças de segurança já tiveram que atuar em mais de 22 mil ações de combate a aglomerações em todo o estado, apoiou 21.730 ações em pontos com aglomerações e prendeu 5.073 suspeitos.

    VÍDEOS: G1 em 1 Minuto Santos



    Fonte