Eduardo Costa, o cantor sertanejo de polêmicas e plásticas; veja antes e depois

0
41

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Eduardo Costa sabe fazer barulho. Cantor e multi-instrumentista que iniciou a carreira nos anos 1990, em bares de Belo Horizonte, o sertanejo de 42 anos — que foi denunciado por estelionato pelo Ministério Público de MG — coleciona uma série de polêmicas em torno de sua vida pessoal, além de um sem-número de depoimentos controversos.

Vaidoso e extremamente preocupado com a própria imagem, como ele mesmo já admitiu, o artista vive uma contínua transformação desde que deixou, aos 12 anos, a casa dos pais, na cidade de Abre Campo (MG). Já trabalhou como office boy, ajudante de floricultor e vendedor, até se consolidar com cantor — e se submeter, após a fama, a uma série de cirurgias plásticas.

Antes e depois: Eduardo Costa no início da carreira (à esquerda) e hoje, após inúmeras cirurgias plásticas Foto: Reprodução
Antes e depois: Eduardo Costa no início da carreira (à esquerda) e hoje, após inúmeras cirurgias plásticas Foto: Reprodução

As celeumas se tornaram, de um tempo pra cá, algo constante na vida pública de Eduardo Costa. Com mais de 20 álbuns lançados, o artista que costumava se intitular o Rei do Sertanejo passou a ser conhecido pelo jeitão desbocado, por escândalos sexuais e, agora, pela denúncia de crimes contra ele. A seguir, relembre parte dessa trajetória de polêmicas.

Estelionato

Esta não é a primeira vez que Eduardo Costa recebe uma acusação por estelionato. Em 2018, o sertanejo foi intimado a prestar depoimento no Departamento Estadual de Investigação de Fraudes, em Belo Horizonte.

Fortuna:  Família de Goiás pagou mais de R$ 1,6 milhões por show de astro do One Direction em festa de 15 anos da filha

Segundo a polícia, o artista negociou um imóvel avaliado entre R$ 6,5 milhões e R$ 7 milhões, no balneário de Escarpas do Lago, em Capitólio, no Sul de Minas, em troca de uma casa na Região da Pampulha, na capital mineira. A diferença de valores — a casa em Belo Horizonte valia R$ 9 milhões — seria paga com uma lancha, uma carro de luxo e uma moto aquática.

 O sertanejo Eduardo Costa presta depoimento após ser acursado por estelionato, em 2018 Foto: Ramon Bitencourt / Agência O Globo
O sertanejo Eduardo Costa presta depoimento após ser acursado por estelionato, em 2018 Foto: Ramon Bitencourt / Agência O Globo

Briga com Leonardo em live

Uma briga desencadeada numa live, em 2020, deu fim a uma bem-sucedida parceria entre Eduardo Costa e o cantor Leonardo, que formavam o projeto “Cabaré”. Durante uma transmissão ao vivo com Leonardo, Eduardo Costa disparou frases machistas em meio ao excesso de bebidas alcoólicas.

“Ô, Thaeme (cantora sertaneja), fiquei sabendo que você foi mãe, me chama para ver esse menino, sou louco para ver menino bonito. Porque a gente, quando quer ser pai, é louco para ver um menino bonito, e eu sei que você tem cara de rica, eu tenho cara de pobre, me leva para eu ver seu menino. Aí na hora de trepada, eu lembro do seu menino bonito”, disse Eduardo Costa, durante a live, deixando Leonardo constrangido.

Leonardo tapa a brsta em live que pôs fim à parceria e à amizade dos artistas Foto: Reprodução
Leonardo tapa a brsta em live que pôs fim à parceria e à amizade dos artistas Foto: Reprodução

Irritado com o colega, Leonardo rompeu com Eduardo após a realização da live. Os dois nunca mais se apresentaram juntos, e já não são mais amigos. “Eu decidi ser mais contido, melhorar o meu jeito. Eu achava que ser sincero era uma qualidade”, afirmou Costa, após o episódio.

Escândalo sexual

A vida amorosa de Eduardo Costa também é motivo para escândalos que se tornaram públicos. Em 2018, o cantor foi acusado de vazar fotos íntimas da ex-noiva Victória Villarim, modelo e dançarina que participou do programa “A fazenda”.

De acordo com a bailarina, o sertanejo teria compartilhado as imagens por vingança, já que ele não aceitava o término do relacionamento e também o fato de a mulher ter engatado um novo romance.

Victoria Villarim e Eduardo Costa: acusações, traições e escândalos Foto: Reprodução
Victoria Villarim e Eduardo Costa: acusações, traições e escândalos Foto: Reprodução

A história não parou por aí. Victória acrescentou, à época, que recebeu uma ameaça grave devido ao término do noivado. “Recebi um áudio via WhatsApp do irmão de Eduardo, Weliton Costa, ameaçando matar todas as pessoas que estiverem ao meu lado”, afirmou ela, que iniciou uma ação na Justiça.

Entenda:  O que é catfishing, golpe que levou italiano a acreditar que namorava Alessandra Ambrósio

Em janeiro de 2020, Eduardo Costa passou a ser investigado por uma suposta ameaça ao também cantor Clayton, da dupla com Romário. Policiais civis foram à casa do sertanejo para intimá-lo. De acordo com o boletim de ocorrência feito por Clayton em dezembro de 2019, Eduardo estaria o ameaçando por não aceitar o relacionamento de Clayton com a modelo Victória Villarim, sua ex-noiva.

‘Vício em sexo’

Neste ano, o cantor declarou que buscou ajuda médica para controlar seu “vício em sexo”, algo que acabou prejudicando o seu noivado, como ele afirmou. “Gosto tanto de sexo quanto eu gosto de cantar”, disse, em entrevista ao canal Conceito Sertanejo.

O cantor sertanejo Eduardo Costa Foto: Reprodução / Instagram
O cantor sertanejo Eduardo Costa Foto: Reprodução / Instagram

“Eu gosto de mulher, eu gosto de transar, eu gosto de sexo. Se eu pudesse, ficava o dia inteiro fodendo. Faço umas 15 vezes por semana, eu estou falando sério”, revelou, contando que o descontrole de seus impulsos sexuais o levou a cometer traições.

Crime e castigo

Depois de xingar Fernanda Lima e menosprezar o discurso feminista feito no “Amor & sexo”, da TV Globo, no fim de 2018, o sertanejo disse que a apresentadora só fazia programa para “bandido, maconheiro, esquerdista e derrotado”. Em 2019, o Ministério Público do Rio determinou que o sertanejo pagasse 50 horas de serviços comunitários durante um mês.

‘Sou semi-gay’

Em entrevista a um canal do YouTube, em julho deste ano, o cantor foi acusado por homofobia pelos espectadores. “Eu sou um cara muito organizado, muito ajeitado, tudo muito arrumado. Eu sou um semi-gay, eu faço tudo que um viado faz, só não dou o cu”, declarou Eduardo Costa.

“Você consegue imaginar o Eduardo Costa gay? Porque assim, se eu fosse eu seria muito assumido. Eu gosto muito de mulher, se eu fosse gay eu iria gostar muito de homem. Eu iria ser uma ‘gayzona’ mesmo”, comentou.

n



Fonte