Em busca do sorriso perfeito? Cuidado! – Saúde

0
78

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.
As consequências de um tratamento com técnica inadequada e precoce são muitas: alterações na gengiva, infiltrações por cárie, sensibilidade dentária ao frio, canal, fraturas etc (foto: Gerd Altmann/Pixabay )

Ainda que cada sorriso tenha a sua graciosidade e beleza, é comum o incômodo com algumas características dentárias, como cor, aspecto e formato. Mais comum ainda é vislumbrar um sorriso perfeito, como o de artistas e famosos.

Nesse cenário, procedimentos estéticos nos dentes surgem como aliados, porém nem sempre essa “aliança” é benéfica, haja vista os danos futuros, que podem ser graves e irreversíveis em caso de técnicas inadequadas e/ou intervenção precoce. É o caso das facetas de porcelana e lentes de contato.

“Entre os tratamentos reabilitadores para corrigir alterações de forma dos dentes, as facetas cerâmicas são uma opção de tratamento para dentes anteriores – incisivos e caninos. Sua indicação inclui correções de forma e volume, além de manchas, fraturas dentais, discromias (alteração da cor natural), alteração de posição, diastemas (espaço entre os dentes), realinhamento de dentição, cáries e dentes com abrasão ou atrição, entre outros.”

 

Andréia Salvador de Castro, dentista especialista em dentística e mestre em clínicas odontológicas(foto: Arquivo pessoal)
Andréia Salvador de Castro, dentista especialista em dentística e mestre em clínicas odontológicas (foto: Arquivo pessoal)

É o que explica Andréia Salvador de Castro, dentista especialista em dentística e mestre em clínicas odontológicas, área de concentração em próteses dentárias. Porém, como para a realização desse procedimento é necessário realizar um desgaste irreversível dos dentes, danos graves e também permanentes podem ser causados, principalmente em dentes mais jovens.

As facetas de porcelana consistem no recobrimento da face vestibular do esmalte dental por um material restaurador unido ao elemento dentário.

“A técnica preconiza a utilização de lâminas cerâmicas sobre estrutura dental, com desgaste mínimo ou nenhum desgaste, quando há o uso de lentes de contato. A técnica que ocorre sem desgaste, com a lente, é rara devido às características que um procedimento indireto exige. O desgaste necessário para a realização desses procedimentos é irreversível, e quando realizado em dentes jovens vai na contramão de uma odontologia que visa à preservação do dente por toda a vida.”

As consequências de um tratamento realizado com técnica inadequada e precoce são muitas: alterações na gengiva, infiltrações por cárie, sensibilidade dentária ao frio, necessidade de tratamento de canal, fraturas, descolamentos e perda da qualidade estética das facetas.

Além disso, quanto antes for realizada, mais será necessária a troca das facetas, o que leva e causa um novo desgaste dentário.

Dada a relevância do tema, a discussão virou objeto de estudo de dois graduandos, Jefferson Gilberto Favaretto e Jussara Silva Ferreira, orientados por Andréia.


ALÉM DA JUVENTUDE 

Os estudantes do tema, sob supervisão de Andréia Salvador de Castro, afirmam que os mesmos danos podem ocorrer ainda que sejam realizados em pessoas mais velhas. Isso porque a técnica inadequada também é capaz de provocar desgastes e consequências exageradas. “Esses procedimentos têm a mesma consequência em relação aos dentes jovens”, afirmam Jefferson Favaretto e Jussara Ferreira.

O desgaste necessário para a realização desses procedimentos é irreversível e, quando realizado em dentes jovens, vai na contramão de uma odontologia que visa à preservação do dente por toda a vida

Andréia Salvador de Castro, dentista especialista em dentística, e mestre em clínicas odontológicas

Porém, eles ressaltam o alerta: os dentes jovens permanentes com intervenção de forma precoce e técnica incorreta apresentam maiores riscos em relação às pessoas mais velhas, pois todo material restaurador tem durabilidade, podendo sofrer fraturas e necessitar de troca, levando a um novo desgaste. Portanto, tendo em vista a expectativa de vida dos brasileiros, essa troca será realizada mais vezes, o que leva a um ciclo restaurador repetitivo, que pode levar à morte do dente na idade adulta.”

ESMALTE 

Após escolher o procedimento e ter as primeiras consequências, os danos são irreversíveis, devido ao desgaste. Além disso, uma vez removido o esmalte – proteção natural do dente –, ele nunca mais vai se regenerar.

“Quadros de facetas inadequadas e danos, como comprometimento do canal, cárie e problema gengival, necessitam da retirada das facetas e novo tratamento para proceder no caso. A remoção para evitar mais desgastes é realizada com laser, que é um procedimento de alto custo e ainda não acessível para todos os profissionais”, explicam os estudantes.

Portanto, prevenção é palavra de “ouro” para quem deseja, de fato, ter um sorriso lindo e “perfeito”. “É importante ter um bom planejamento do tratamento e buscar a indicações corretas. É necessário, ainda, levar sempre em consideração a preservação do dente, optando por realizar um tratamento não invasivo”, diz a professora.


Mantenha a saúde bucal em dia


Além de evitar tratamentos capazes de culminar em danos dentários graves e irreversíveis, manter a saúde bucal com hábitos saudáveis é muito importante. Confira:

O que fazer…

» Higiene bucal correta

» Controle de dieta, com redução do consumo de açúcar

O que não fazer…

» Abrir objetos e embalagens com os dentes

» Roer unhas

» Morder canetas

Atenção! Os maus hábitos bucais podem causar fraturas 

nos dentes capazes de comprometer a estética e saúde dentária

Por que estudar o tema?

Jefferson Gilberto Favaretto e Jussara Silva Ferreira, 

estudantes de odontologia
 

“A reabilitação, preservação dental e estética sempre nos chamou a atenção. Com isso, para nosso trabalho de conclusão de curso, procuramos um assunto relacionado à estética e que fosse atual. Nossa orientadora, a professora Andréia, então, nos deu essa ideia, por estar em constante debate e, também, por muitos famosos estarem colocando facetas cerâmicas e divulgando nas redes sociais. Ainda, fizemos uma revisão da literatura e nos deparamos com a falta de artigos sobre as consequências do procedimento ao longo do tempo em dentes mais jovens. Nos deparamos, também, com a alta procura no Google Trends por essas palavras – facetas/lentes – e imagens de influencers com grandes desgastes do dente, muitas vezes de forma desnecessária, e também nos deparamos com retratamentos com remoções de facetas, o que nos alertou para uma odontologia invasiva e com consequências danosas. Gostaríamos de alertar sobre esse hiato na literatura e levar informação para os jovens que, por sofrer influência, buscam cada vez mais cedo procedimentos invasivos, cuja consequência na idade adulta não é alertada.”

*Estagiária sob supervisão da editora Teresa Caram



Fonte