entenda a cirurgia que ajuda mulheres trans

0
42

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Freepik

De maneira geral, cirurgias plsticas podem trazer um impacto positivo na vida das pessoas por no s melhorar a autoestima e confiana das pacientes, mas tambm, seus relacionamentos sociais, profissionais e at mesmo amorosos.


E o Dr. Thiago Marques Tenrio leva isso muito a srio ao mudar a vida de mulheres trans. Em sua clnica, a Facial Team, reconhecida mundialmente, ele se tornou o principal nome quando o assunto a feminizao facial.

Para quem no sabe o que o procedimento, ele comea com um tratamento no cirrgico, como a utilizao de hormnios femininos, depilao facial, corte de cabelo e formato de sobrancelhas.

“Cerca de um ano aps esse primeiro tratamento a paciente j possui muitas caractersticas faciais femininas e j est pronta para a segunda etapa, que so as cirurgias de feminizao facial, explica o especialista.

As cirurgias geralmente so mltiplas (vrias reas do rosto so operadas) e complexas, podendo levar at 10 a 12 horas. Apesar disso, o pr e ps operatrios so simples, no diferindo muito de outras cirurgias plsticas faciais, como um Lifting Facial, por exemplo, com inchao e equimoses (roxo na pele), mas pouco dolorosas.

A cirurgia de feminizao facial, alm desses benefcios supracitados, torna a aparncia compatvel com o gnero ao qual a paciente se identifica. As pacientes se sentem mais seguras tambm, pois, aps a cirurgia, os ataques transfbicos tendem a diminuir muito ou mesmo desaparecer. E geralmente, o procedimento aps os 18 anos. Mas, se a aturdio ssea for mais precoce, a cirurgia pode ser feita mais cedo.

Pelas mos do mdico e sua equipe j passaram famosas como La T, Ariadna, Tifanny Abreu, Urias, Carol Marra, Viviany Beleboni e outras que pediram sigilo, e ao longo dos mais de 10 anos que atua na rea, ele j atendeu mais de mil mulheres.

“A ajuda na autoestima varivel, a depender da feminilidade facial antes da cirurgia e de sua expectativa com relao ao resultado cirrgico. Via de regra, elas relatam como um renascimento, a oportunidade de ser por fora o que elas sempre foram por dentro, ver no espelho a mulher que elas sempre sentiram ser, encerra.

Redao Bonde com Assessoria de Imprensa



Fonte