Entenda os perigos da automedicação contra a gripe H3N3 | Te Cuida | Diário Online

0
21

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Se você faz parte do grupo de pessoas que se automedicam, essa matéria foi feita pra você! Entenda os riscos e danos que isso pode causar a sua saúde. A influenza H3N3 é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório e com tendência a se disseminar facilmente e com isso a procura por remédios para tratar a gripe vem aumentando frequentemente.

Entre esses remédios, o mais procurado é o Oseltamivir, popularmente conhecido como Tamiflu, capaz de atuar contra o vírus da influenza onde só devem ser usados em casos bem específicos com orientação médica segundo especialistas.

Diferente de antigripais comuns que são utilizados para combater febre e mal estar, o Tamiflu é capaz de agir contra o vírus da gripe em casos mais graves como síndrome respiratória aguda grave ou por paciente dos grupos de risco como imunodeprimidos, gestantes, idosos, portadores de doenças crônicas e crianças menores de 5 anos que apresentem síndrome gripal, o remédio é disponibilizado por meio de prescrição médica no sistema único de saúde (SUS).

De acordo com o infectologista Carlos Urbano, o uso sem necessidade do medicamento pode levar a uma resistência viral, além do desabastecimento acelerado nas unidades de saúde e farmácias. Com isso, pacientes com real necessidade do remédio podem ficar sem, e ter o caso de gripe agravado. “Se todo mundo que achar que está com gripe, tomar, vai fazer o vírus ficar resistente e depois o remédio não vai funcionar. E vai faltar para quem precisa. É um medicamento antiviral, que só pode ser tomado sob orientação médica e não pode ser prescrito para todo mundo”, concluiu.



Fonte