Família de ciclista morto no litoral de SP diz que motorista não fez teste do bafômetro | Santos e Região

    0
    13

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    A família de João Vitor Duarte Neves, de 20 anos, pede justiça pela vida do jovem, após ele morrer atropelado enquanto andava de bicicleta em uma avenida de Santos, no litoral de São Paulo. O rapaz chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Parentes relataram ao G1 nesta sexta-feira (30) que testemunhas viram bebidas no carro do condutor, questionaram a conduta dos envolvidos e o fato de não ter sido feito o teste do bafômetro.

    “Queremos justiça pela vida dele”, desabafa o irmão da vítima, o assistente de exportação Bruno Duarte de Góis, de 26 anos.

    O acidente ocorreu no último sábado (24), por volta das 21h40, na Avenida Washington Luiz, no bairro Gonzaga. Um vídeo (assista abaixo) registrado por uma câmera de monitoramento mostra o momento em que o ciclista foi atropelado, enquanto andava no sentido praia, assim como o motorista, que aparece logo em seguida. As câmeras flagraram a colisão, e o jovem sendo arremessado na caminhonete com o impacto.

    O condutor do veículo, um rapaz de 19 anos, disse à Polícia Militar que prestou socorro ao perceber que havia atropelado o jovem. Segundo o relato, o passageiro puxou o freio de mão ao ver que houve a colisão, parando o carro. Eles desceram e, ao verem a vítima, prestaram socorro. Apesar do depoimento, a família alega que a história foi diferente, e questiona a conduta da PM e dos envolvidos.

    João Vitor Duarte Neves morreu ao ser atingido por veículo na avenida — Foto: Arquivo Pessoal

    Bruno conta que foi até o hospital, enquanto o irmão mais velho ia ao local do acidente. “Testemunhas informaram a ele que viram o momento em que três pessoas fugiram do local. Tinha bebidas no carro, e falaram, também, que algumas foram jogadas no canal. Eles falam que prestaram socorro, mas não prestaram. Eles tentaram fugir”, desabafa.

    Outro ponto citado pela família foi a não realização do teste do bafômetro. No boletim de ocorrência, houve o registro de que o condutor, de 19 anos, não apresentava sinais de embriaguez. Apesar disso, os outros jovens que estavam no veículo aparentavam. No boletim, ainda consta que alguns passageiros foram embora do local, mas não informa quantos.

    “Eles ficaram horas na delegacia, por que a polícia não fez o teste do bafômetro esse tempo todo?”, questiona Bruno. Desde então, a família acompanha o caso e busca justiça. O irmão relata que a mãe está em choque com a situação, e todos têm dificuldades para lidar com as circunstâncias da morte do jovem.

    “Não temos ódio no coração, e não desejamos mal para ninguém. Mas, não quero que a mãe deles sintam a dor que a minha mãe está sentindo. Eu sofro porque perdi meu irmão caçula, porque vejo minha mãe sofrer, e espero que não seja mais um caso em que as pessoas fiquem impunes”, lamenta.

    Câmera de monitoramento flagra acidente que matou ciclista de 20 anos em Santos, SP

    O G1 entrou em contato com o condutor do veículo, que informou que não se manifestará sobre o caso, e alegou estar sofrendo ameaças por conta do ocorrido.

    O G1 questionou a Polícia Militar sobre as alegações dos familiares. Em nota, o 6º Batalhão de Polícia Militar do interior informou que uma viatura foi acionada para atender à ocorrência. No local, os agentes puderam, por meio de versões de testemunhas e envolvidos, apurar que um veículo colidiu contra um ciclista que vinha imediatamente à frente. Explica também que, após o acidente, o veículo ainda chocou-se contra um outro carro que estava estacionado na via.

    Informou, ainda, que o ciclista foi socorrido e levado para atendimento da Santa Casa, mas não resistiu. A PM afirma que os envolvidos não tiveram ferimentos, e que foi elaborado boletim de ocorrência de lesão corporal na condução de veículo automotor. Entretanto, a corporação não respondeu sobre a equipe não ter realizado o teste do bafômetro.

    A Polícia Civil informou, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP), que o caso é investigado por meio de inquérito policial instaurado pelo 7º DP de Santos. Afirma, ainda, que foi solicitada perícia aos veículos, e diligências são realizadas para esclarecimento dos fatos.

    Acidente aconteceu na Avenida Washington Luís, em Santos, SP — Foto: Matheus Tagé/Jornal A Tribuna

    VÍDEOS: G1 em 1 Minuto Santos



    Fonte