Fotos sexualizadas no Instagram aumentam insatisfação com o corpo

0
20

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Ver fotos sexualizadas de pessoas socialmente consideradas bonitas no Instagram causa um aumento da insatisfação com o próprio corpo. Essa é a conclusão de um novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Surrey, na Inglaterra, que considerou como um grupo de mulheres reagia a fotos postadas no Instagram, assim como aos comentários feitos nestas imagens.

A pesquisa contou com 247 voluntárias, todas do sexo feminino, entre 19 e 32 anos. As participantes foram convidadas a preencher diferentes questionários, um deles sobre satisfação com o próprio corpo. Depois disso, elas assistiram a clipes com fotos do Instagram combinadas com comentários e, posteriormente, responderam novamente os questionários sobre satisfação corporal.

publicidade

Entre as perguntas, estavam algumas sobre o grau de satisfação delas com o próprio corpo, seu humor após olharem para si mesmas e a intenção de passar por intervenções estéticas no futuro. Segundo os pesquisadores, mulheres mais jovens e expostas a imagens mais sexualizadas, relataram maior insatisfação com o corpo depois de verem fotos no Instagram e os comentários a elas.

Pouca influência dos comentários

Insatisfação com o corpo tem aumentado o desejo por procedimentos estéticos. Imagem: Poznyakov – Shutterstock

Por outro lado, as mulheres que foram expostas a imagens não sexualizadas, não relataram aumento da insatisfação com seus corpos, o que pode indicar que a sexualização é um fator que influencia na autoimagem corporal. Algo que surpreendeu os pesquisadores foi que os comentários não pareceu influenciar os níveis de insatisfação das participantes com o corpo.

O estudo também analisou a diferença entre pessoas que usavam o Instagram com uma frequência considerada problemática e outras que usavam a rede social de forma mais esporádica. As descobertas sugerem que quem usou a plataforma com uma frequência maior, esteve mais propenso a considerar passar por alguma cirurgia estética, especialmente depois de verem fotos sexualizadas.

Leia mais:

De acordo com a coautora do estudo e conferencista em Psicologia Social da Universidade de Surrey, Francesca Guizzo, o estudo é bastante empolgante e mostra que já uma ligação entre imagens sexualizadas às quais mulheres jovens são expostas nas redes sociais e a forma como elas se sentem em relação a elas mesmas.

Segundo Guizzo, por conta da popularidade do Instagram, principalmente entre os mais jovens, e o aumento do interesse por procedimentos estéticos considerados cosméticos, tornam a pesquisa especialmente relevante. Ela defende que as redes precisam fazer algo para neutralizar a negatividade corporal, assim como ações para que as mulheres se sintam mais seguras com seus corpos.

Via: Medical Xpress

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!



Fonte