Frontoplastia: como é feita, valor e contraindicações

0
43

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.





A frontoplastia, ou frontoplastia de avanço, como o próprio nome já indica, é um tipo de cirurgia plástica realizada na região frontal do rosto, a fim de reduzir o tamanho da testa e igualar o terço superior da face com as demais partes (olhos e nariz/boca e queixo).





A testa com tamanho desproporcional pode causar desconforto na pessoa, podendo afetar, principalmente, a autoestima do indivíduo. A cirurgia, porém, não é indicada somente para esses casos. Segundo as cirurgiãs plásticas Patricia Marques e Beatriz Lassance, o procedimento também pode ser utilizado nas seguintes situações:

  • Quando os supercílios são muito baixos
  • Quando a linha dos cabelos é muito alta
  • Para remodelar a estrutura óssea da testa (quando o osso da testa é muito para frente)
  • Como método de rejuvenescimento, pois o envelhecimento pode causar uma queda das sobrancelhas e, consequentemente, deixar a região frontal maior.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉




NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉


Como é feita a frontoplastia?

Quando a testa é naturalmente mais larga, a frontoplastia consiste em realizar uma incisão rente à linha dos cabelos e remover o excesso de pele da testa. Se o objetivo do procedimento for rejuvenescer o paciente, uma das possibilidades é somente suspender as sobrancelhas, diminuindo a distância entre elas e a linha dos cabelos. Agora, quando a linha dos cabelos é muito alta, o procedimento mais indicado é o implante de fios capilares.









Independentemente da situação, todos os procedimentos citados acima promovem o encurtamento da região frontal e a suspensão dos supercílios. “A cirurgia pode incluir até remodelamento da parte óssea da fronte em casos de cirurgia de feminização da face, onde a fronte fica mais arredondada”, completa a cirurgiã plástica Beatriz Lassance.

A “quantidade” de testa que pode ser retirada varia de acordo com a elasticidade da pele do paciente. A média, porém, é uma redução de dois centímetros, podendo chegar a três caso essa elasticidade for grande.



NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉




NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉


Cuidados pré e pós cirurgia

Assim como qualquer procedimento cirúrgico, existem alguns cuidados que precisam ser seguidos antes de fazer a frontoplastia. Primeiro, o paciente deve realizar uma bateria de exames e uma avaliação cardiológica, para verificar se ele pode ou não ser submetido a uma cirurgia.

Também é essencial manter uma alimentação saudável, evitando alimentos e hábitos que possam aumentar a inflamação do organismo. A membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Patricia Marques, também recomenda suspender o consumo de bebidas alcoólicas e cigarro por, pelo menos, sete dias e um mês antes da cirurgia, respectivamente.

Já no cenário pós-cirurgia, a recuperação costuma ser tranquila, com dores leves e um pouco de inchaço na face. No geral, medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios são prescritos para aliviar os incômodos dos primeiros dias, e o paciente é orientado a manter repouso por, no mínimo, duas semanas.



NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉




NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉


A área da cicatriz também pode ficar levemente adormecida. “Mas isto é comum em cirurgias do tipo, e dentro de 3 a 6 meses voltará ao normal”, garante Beatriz Lassance. A cirurgiã ainda ressalta a importância de cuidar da cicatriz e do cabelo com medicamentos adequados, prescritos pelo médico.





Riscos da frontoplastia

Os riscos mais comuns das cirurgias plásticas, como a frontoplastia, são infecções no pós-operatório, além de sangramento, inflamação, queda de cabelo temporária e problemas com a cicatrização.

“Existem nervos na região que movimentam o músculo frontal e a lesão deles pode levar à paralisia de toda a região ou parte dela, podendo ocorrer assimetrias”, alerta Lassance. Outros riscos possíveis, porém raros, são queda de cabelo permanente e necrose na área de descolamento.



NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉




NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉


Contraindicações

Quando a frontoplastia é feita para promover rejuvenescimento, ela não é indicada para pessoas com a pele muito fina e com pouca elasticidade, pois pode não ser possível remover a faixa de tecido extra. Essa avaliação deve ser feita, necessariamente, por um médico especialista.

Além disso, de modo geral, o procedimento também é contraindicado para grávidas e pacientes imunossuprimidos (com o sistema imune enfraquecido), com doenças cardíacas graves, diabetes descompensada ou problemas de coagulação.

Valor da frontoplastia

O preço médio de uma frontoplastia pode variar de 15 a 20 mil reais. “Mesmo que seja um valor alto, é importante encontrar um cirurgião membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e que tenha experiência nesse tipo de cirurgia, para que o procedimento seja feito de maneira responsável e tenha bons resultados”, orienta Patricia Marques.



NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉




NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉


Frontoplastia no SUS

O Sistema Único de Saúde (SUS) também cobre alguns tipos de cirurgias plásticas, porém o processo para conseguir realizar esses procedimentos na rede pública não é tão simples. Em geral, nestes casos, a finalidade da cirurgia não deve ser somente estética e precisa estar associada à melhoria da qualidade de vida e bem-estar do paciente.

A frontoplastia, por si só, não é oferecida no SUS. Entretanto, a depender de uma rigorosa avaliação médica, alguns pacientes podem conseguir a liberação para corrigir deficiências ou deformidades no rosto (inclusive aquelas causadas por queimaduras). Desta forma, a cirurgia pode vir a ser feita.



NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉




NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉


Frontoplastia: antes e depois


Antes e depois da atriz Gabriela Loran. Foto: Reprodução | Instagram
Antes e depois da atriz Gabriela Loran. Foto: Reprodução | Instagram
Antes e depois da youtuber Mariana Dino. Foto: Reprodução | Youtube
Antes e depois da youtuber Mariana Dino. Foto: Reprodução | Youtube
Antes e depois modelo Camilla Coleman Brook. Foto: Reprodução | TikTok
Antes e depois modelo Camilla Coleman Brook. Foto: Reprodução | TikTok

Referências

Patricia Marques, cirurgiã plástica, membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica | CRM – SP: 146410

Beatriz Lassance, cirurgiã plástica, membro titular da International Society of Aesthetic Plastic Surgery | CRM – SP: 69759






Fonte