Idosos recorrem à harmonização facial

0
36

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

ESTÉTICA






Cresce procura nessa faixa etária, segundo especialistas. Objetivo é ter uma aparência mais jovem e de maneira natural





15/12/2021 16:47:39

min. de leitura

Será que tem idade certa para fazer uma intervenção estética no rosto? Especialistas dizem que não. Tanto que mais idosos estão recorrendo à harmonização facial para ter aparência mais jovem.

Recentemente, o humorista Sérgio Mallandro, de 66 anos, foi um do time, das pessoas com mais de 60 anos, que passou pelo procedimento e compartilhou o resultado em suas redes sociais.  

O humorista brincou e se comparou ao ator norte-americano Nicolas Cage. “”Rá! É a ‘harmonizaçãozinha’ do Mallandro (…) Tô novinho, hein! Tô todo ‘nikolacagezinho’”, escreveu na legenda das imagens.



Sérgio Mallandro mostra antes e depois da harmonização facial


Foto: Instagram




 

A cirurgiã-dentista Mariana Laranja, que atua em harmonização orofacial, explica que a procura de pessoas com mais de 60 anos pelos procedimentos tem aumentado.

Mariana afirma ainda que, em pessoas com a pele mais madura, onde não ocorre uma prevenção prévia, é possível que seja necessário uma quantidade maior de procedimentos. 

“Como por exemplo a aplicação de fios de PDO, preenchimento, botox e algum estímulo de colágeno. O paciente também precisa ter essa paciência de que muitos anos não se resolvem apenas com um procedimento e nem em um dia”.

A médica ortomolecular, especializada em estética médica, Jordana Jantorno destaca ainda que, quando o paciente passa dos 60 anos, a qualidade da pele já não é mais a mesma e nem a quantidade de colágeno.

“Há, portanto, uma certa porcentagem de flacidez e de perda de gordura. Então, um preparo para essa pele antes da harmonização proporciona um resultado muito melhor”.

A dermatologista Mariana Rocha revela que entre as principais queixas dos pacientes acima dos 60 anos é pelo “desabamento” do rosto, devido à flacidez e perda de estrutura da face. 

“Normalmente, quando esse paciente chega ao consultório temos de trabalhar todos os pilares do envelhecimento: a reestruturação do rosto com ácido hialurônico, que é a harmonização facial; o uso de bioestimuladores de colágeno para flacidez da pele; e a toxina botulínica para as rugas de expressão”, explicou.

A mestre em ortodontia Kilzy Cani, que atua com harmonização facial, afirma que para essa faixa etária não pode ser criada muita expectativa. 

“Estamos lidando com uma pele madura e precisamos de um planejamento, explicando ao paciente aquilo que ele pode alcançar”.

Imagem ilustrativa da imagem Idosos recorrem à harmonização facial



Débora Catarina Pfeilsticker conta que os procedimentos são uma das maneiras de chegar à terceira idade bem com sua aparência


Foto: Tiago Melo/AT




 

Feliz com os procedimentos

Aos 59 anos, a consultora de educação Débora Catarina Pfeilsticker já passou por procedimentos estéticos e conta que essa é uma das maneiras de chegar à terceira idade bem com sua aparência. 

Há um mês, Débora passou pela harmonização facial, com fios de PDO, preenchimento labial e botox. “Foi a primeira vez que fiz os fios de PDO e gostei muito por não precisar de cortes e nem internação, como é o caso de uma cirurgia plástica. Achei bem tranquilo e indolor”.

Paciente deve ser avaliado antes de procedimento

Antes de um procedimento estético, além de procurar por profissionais capacitados, é preciso que o paciente passe por uma avaliação. Em pessoas com mais de 60 anos, isso é ainda mais importante.

A dermatologista Mariana Rocha diz que é preciso avaliar se o paciente faz uso de medicações prévias, como anticoagulantes, ou se tem alguma doença autoimune que impeça o procedimento.

A mestre em ortodontia Kilzy Cani, que atua com harmonização facial, ressalta ainda que, apesar de não existir uma literatura recomendando,  nos pacientes pós-covid até 30 dias, não é indicado fazer a harmonização facial. “Como não sabemos ao certo, evitamos fazer o procedimento”.


TERAPIAS INDICADAS PELOS ESPECIALISTAS


Harmonização facial

  • Também conhecida por harmonização orofacial, é indicada para homens e mulheres que desejam melhorar a aparência do rosto.
  • Para alcançar os resultados são utilizados recursos como ácido hialurônico, toxina butolínica (conhecida como “botox”) e bioestimuladores de colágeno.
  • Normalmente, os procedimentos são realizados com anestesia local, no próprio consultório, sem cortes ou internação e com reduzido tempo de recuperação.

Avaliação

  • Antes do procedimento, é preciso passar por uma avaliação com o especialista. A depender do caso, como um paciente autoimune, o procedimento pode não ser indicado.

Fonte: Especialistas consultados e pesquisa A Tribuna.







Fonte