Lipoescultura – Valor, O que é, Antes e Depois (Com FOTOS)

0
25

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Esclareça todas as suas dúvidas antes de realizar o procedimento.

A Lipoescultura é uma cirurgia plástica feita para remodelar os contornos do corpo e consiste na combinação de dois métodos: lipoaspiração e lipoenxertia.

Com as duas técnicas, além de remover toda a gordura em excesso, é possível transferi-la para outras regiões com menos volume.

 

O que é Lipoescultura?

Como dito anteriormente, a Lipoescultura consiste na combinação das técnicas de lipoaspiração e lipoenxertia.

A principal finalidade desse procedimento cirúrgico é esculpir o corpo do paciente, uma vez que a gordura localizada é removida e utilizada posteriormente para preencher, modelar e aumentar áreas do corpo com pouca concentração de tecido adiposo ou que possua depressões.

 

Como é a Lipoescultura Masculina

De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), a procura pela Lipoescultura masculina aumentou em 400% nos últimos anos.

Tecnicamente, não existe diferença alguma entre o procedimento feito em homens e mulheres. O que muda, de fato, é a estrutura a ser respeitada, pois no contorno corporal masculino não se deve fazer tantas curvas, diferente do processo das mulheres.

No corpo dos homens, a Lipoescultura remove a gordura localizada entre a pele e o músculo, o que proporciona uma aparência de abdômen muito mais definido.

Vale lembrar que essa técnica não é recomendada para os homens que desejam emagrecer. A Lipoescultura é indicada aos homens que estejam, no máximo, 30% acima do seu peso ideal.

 

Qual é a diferença entre lipoaspiração e lipoescultura?

Enquanto a Lipoaspiração é voltada exclusivamente para a remoção de gordura localizada em uma determinada área, por meio de cânulas de sucção, a Lipoescultura, além de realizar esse procedimento, injeta a gordura retirada em outra área do corpo.

Basicamente, a Lipoaspiração é uma parte da Lipoescultura.

 

Quando e para quem a Lipoescultura é indicada?

A Lipoescultura é indicada para pessoas insatisfeitas com o acúmulo de gordura localizada e pacientes que precisam de preenchimento em áreas específicas.

 

É importante frisar também que o procedimento é voltado para pessoas saudáveis, que possuem Índice de Massa Corpórea (IMC) normal.

Para quem a Lipoescultura não é indicada?

A Lipoescultura não é indicada para obesos que têm o intuito de emagrecer.

Para que pessoas com obesidade passem pela cirurgia, é preciso que, antes, seja feito o tratamento específico, com reeducação alimentar e prática de exercícios físicos.

Vale ressaltar que quem determina, de fato, se uma pessoa é indicada ou não para realizar a Lipoescultura é o cirurgião plástico, através de uma avaliação individual.

De maneira geral, fumantes, pessoas com problemas de saúde ou que possuam doenças com risco de morte também não são indicados para o procedimento.

 

Quais cirurgias podem ser feitas junto com a Lipoescultura?

A Lipoescultura pode ser feita em conjunto com a mamoplastia, abdominoplastia ou silicone

nos glúteos.

 

– Mamoplastia

A mamoplastia é uma cirurgia plástica feita nos seios, com a finalidade de aumentá-los ou reduzi-los. É possível realizar esse procedimento junto da lipoescultura.

 

– Gluteoplastia

A lipoescultura pode ser realizada em conjunto com a cirurgia de aumento dos glúteos, que pode ser feita tanto com a gordura retirada do corpo, quanto pela colocação de silicone.

 

– Abdominoplastia

A abdominoplastia consiste na retirada de excesso de pele e também pode ser feita com lipoescultura.

 

Como é realizada a Lipoescultura?

Para realizar todo e qualquer procedimento cirúrgico, o paciente deve cuidar de alguns detalhes antes, durante e após a operação.

Os detalhes que antecedem o procedimento consistem, primeiramente, nas consultas e exames solicitados.

 

– Consulta

Neste momento, o cirurgião responsável deve esclarecer sobre todas as possibilidades de resultados e riscos existentes no procedimento cirúrgico e anestésico, além de como funcionará o pré-operatório com os exames pertinentes para cada paciente.

Em geral, antes da cirurgia ser feita, é necessário que o paciente siga algumas medidas, como suspender o uso de medicações que contenham ácido acetilsalicílico, pois o componente pode alterar a coagulação do sangue, e até mesmo o anticoncepcional, devido ao seu potencial tromboembólico.

Vale ressaltar que é preciso informar ao médico responsável sobre o uso de toda e qualquer medicação.

 

– Exames

O único exame que é feito especificamente para pessoas que realizarão a lipoescultura é a ecografia abdominal total e de parede abdominal, para que sejam detectadas hérnias ou demais patologias intra-abdominais.

 

Além desse exame, normalmente, também são solicitados ao paciente:

  • Hemograma completo, para detectar a presença de infecções, anemia ou alterações da contagem de plaquetas;
  • Dosagens de sódio, potássio, creatinina e uréia, a fim de avaliar a função renal;
  • Coagulograma, com o intuito de verificar qualquer distúrbio de coagulação no sangue.

Em alguns casos, é possível que o cirurgião solicite que o paciente faça glicemia em jejum, para detectar diabetes, e até mesmo um exame comum de urina para descartar a possibilidade de infecção urinária.

Pessoas mais velhas que desejam fazer a cirurgia precisam realizar radiografia do tórax, para que seja avaliada a função pulmonar e cardíaca, além do eletrocardiograma.

É comum que o cirurgião peça também que seja feito um beta-HCG para mulheres em idade fértil, a fim de averiguar uma possível gravidez.

 

– Anestesia

O tipo de anestesia utilizada no procedimento pode variar conforme a demanda do paciente.

Pode ser que o cirurgião use a anestesia local, bloqueio (peridural ou raqui) e até mesmo a anestesia geral.

O que, de fato, determina o uso ou não, é a quantidade de áreas aspiradas e se haverá outras cirurgias associadas.

 

– Tempo de Internação

Normalmente, o paciente não precisa ficar internado e pode ir para a casa após passar 24h na sala de recuperação pós-anestésica.

 

– Duração

A duração da cirurgia varia de acordo com a quantidade de gordura a ser aspirada, o local em que será feita a Lipoenxertia e o estado de saúde do paciente. De uma maneira geral, o procedimento dura entre 1h e 2 horas.

 

– A cirurgia

Como dito anteriormente, em alguns casos a Lipoescultura é feita com anestesia local, inserida na região que possui gordura em excesso. Porém, em casos de Lipoaspiração no abdômen e coxas, por exemplo, é necessário utilizar a anestesia peridural.

Após a aplicação da anestesia, o cirurgião marcará a pele e introduzirá o soro, para facilitar a saída da gordura e evitar o sangramento, e, por fim, aspirará a gordura com um tubo fino.

Feito isso, a gordura será separada do sangue e o cirurgião a introduzirá no local em que o paciente deseja aumentar ou modelar.

 

– Pós Operatório e Recuperação

Assim como em qualquer período pós-operatório, depois da Lipoescultura é feito o uso de analgésicos e antibióticos, a fim de evitar dores e possíveis infecções. Em determinadas situações, pode acontecer de o cirurgião responsável sugerir medicamentos anticoagulantes para pacientes que possuem esse risco.

Após a cirurgia, também é comum que nos primeiros 21 dias aconteça o aparecimento de edemas (inchaço), “manchas” roxas, devido ao acúmulo de sangue no tecido subcutâneo, hipersensibilidade em determinadas áreas e até mesmo a insensibilidade em outras.

Até o marco de 45 dias depois da cirurgia, é normal fazer o uso de cintas modeladoras. As cintas pós-operatórias têm função imprescindível no resultado final, uma vez que são elas as responsáveis por ajudar a comprimir e reposicionar o tecido descolado com a lipoaspiração para o lugar onde deve permanecer.

Caminhadas e exercícios físicos são liberados após o primeiro mês pós cirurgia. O que vai determinar o tempo para que isso aconteça é a maneira que o corpo do paciente reagirá ao procedimento, além da quantidade de gordura retirada.

 

Principais dúvidas

Abaixo foram selecionadas e respondidas as principais dúvidas acerca da Lipoescultura. Confira!

 

– Lipoescultura emagrece?

A lipoescultura é feita para remodelar o corpo, logo, não é uma cirurgia que visa o emagrecimento.

 

– Quanto de gordura é retirada na Lipoescultura?

Existe um decreto do Conselho Federal de Medicina (CFM) que estipula  a retirada de, no máximo, 7% do peso corporal quando a cirurgia é realizada com a infusão de solução que diminui o sangramento, e 5% em procedimentos que não utilizam o soro.

 

– Como ficam as cicatrizes na Lipoescultura?

As perfurações feitas pelo cirurgião na hora do procedimento são posicionadas em pontos camuflados por dobras, sulcos ou em áreas escondidas pela roupa. Então, apesar das cicatrizes serem presentes, são quase imperceptíveis.

 

– Como fica o umbigo na Lipoescultura?

Em alguns casos, o umbigo parece ficar menor depois da lipoescultura, mas isso é temporário e pode acontecer devido ao inchaço na área.

Após realizar a cirurgia, o corpo do paciente passará por inúmeras mudanças, durante meses. Então, só se deve levar em consideração o resultado final, conforme o corpo ficar mais definido.

Em algumas ocasiões, o umbigo pode ser alterado involuntariamente devido à incisão da lipo durante a cirurgia. Nestes casos, ele não voltará ao normal, mesmo na cicatrização final.

 

– É preciso utilizar dreno após a Lipoescultura?

A utilização do dreno após o procedimento cirúrgico é extremamente importante, pois ele faz com que os riscos de complicações sejam reduzidos. Além disso, o dreno é um forte aliado na hora de evitar o acúmulo excessivo de líquidos no local operado.

 

– Posso aumentar o glúteo na Lipoescultura?

A gordura retirada pode ser reposicionada em diversos lugares do corpo, como nos glúteos, no rosto, nas coxas, panturrilhas, entre outros.

 

– Como escolher a clínica ou o cirurgião ideal para sua Lipoescultura

 Na hora de escolher o profissional que realizará o procedimento, é preciso saber que o cirurgião deve ter registro no Conselho Federal de Medicina (CFM) e ser membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Além disso, é fundamental conversar com pessoas que já fizeram o mesmo procedimento com o mesmo médico, a fim de comparar resultados, saber se houve complicações, como foi a operação, enfim: Esclarecer tudo aquilo que envolve a cirurgia, para que o interessado não venha a se surpreender negativamente depois.

Vale lembrar que o procedimento só deve ser feito em um hospital credenciado para cirurgias de médio porte.

 

Lipoescultura Antes e Depois: Fotos

 

Lipoescultura Antes e Depois – Crédito Imagem: Dr. Glen Brooks

 

 

Lipoescultura – Valor, O que é, Antes e Depois (Com FOTOS)
Lipoescultura Antes e Depois – Crédito Imagem: Rockmore Plastic Surgery

 

 

Lipoescultura – Valor, O que é, Antes e Depois (Com FOTOS)
Lipoescultura Antes e Depois – Crédito Imagem: Beautiful Self

 

 

Lipoescultura – Valor e forma de pagamento

Confira quais os valores médios de uma Lipoescultura e quais as formas de pagamento mais aceitas pelos hospitais de cirurgia plástica.

 

– Quanto custa a Lipoescultura?

O preço médio de uma lipoescultura é de R$12 mil.

Esse preço não pode ser visto como um valor tabelado, uma vez que ele pode variar de acordo com as necessidades de cada paciente.

 

– Como se paga a Lipoescultura?

O paciente pode pagar esse valor à vista, parcelado ou recorrer até mesmo ao financiamento ou consórcio.

O Bradesco, por exemplo, oferece para seus usuários a possibilidade de um financiamento de 70% do valor total do procedimento e permite pagar em até 48 vezes.

O consórcio também pode ser usado para financiar cirurgias plásticas desde 2009.

Entretanto, é importante frisar que as empresas de consórcio não devem encaminhar os seus clientes para as clínicas. A escolha do responsável pela cirurgia e o local a ser realizado é exclusiva do paciente.



Fonte